Cronicas Macaenses

Blog-magazine de Rogério P. D. Luz, de cara nova

Macau: Fortaleza e Pousada de São Tiago da Barra

Foto: M.V. Basílio

Foto: M.V. Basílio

Em Macau, no Sul da China, uma pousada instalada numa fortaleza com estilos arquitetônicos daquelas similares em Portugal, quem diria! O hóspede vai pensar que está em Portugal, mas não, está na China, neste antigo território português em que houve a transição de soberania para os chineses em 1999.

As fotos desta postagem foram tiradas por M.V. Basílio, que na sua publicação no Facebook em 25/07/2015, conta: “esta manhã, pelas 8:00 horas, foi concelebrada uma missa por 5 sacerdotes, na Pousada de São Tiago. Como a capela era demasiada pequena e não cabia todos os devotos que lá foram, a missa foi rezada na esplanada da Pousada, com um altar improvisado.

A graciosa Pousada de S. Tiago, ainda em bom estado de conservação, foi fruto de um projecto do Arqº Nuno Maria Roque Jorge, antigo aluno do Seminário de S. José, tendo ele próprio acompanhado a obra com todo o carinho e empenho, de modo a conferir-lhe um cunho esmeradamente português, quer na aplicação de material importado de Portugal, quer no mobiliário dos quartos, restaurante e bar, totalmente fabricado por uma empresa de móveis de Paços de Ferreira. Aproveitei esta ocasião para, depois da missa, tirar umas fotos desta aprazível Pousada, construída segundo os estilos arquitectónicos de pousadas similares em Portugal“.

Conheça a história da fortaleza e da sua capela que fazem parte do Patrimônio Cultural de Macau:

Foto: M.V. Basílio

Foto: M.V. Basílio

Fortaleza e Capela de São Tiago da Barra (fonte: Wikipédia)

Fotografias de/photos by M.V. Basílio (Macau)

Fortaleza de São Tiago da Barra, também conhecida como Forte da Barra, foi erguida em 1629 no local de uma primitiva bateria, com a função de defesa do ancoradouro interior. Sobre as colinas no extremo sul da península de Macau, constituía-se numa cidadela dentro da cidade. As suas muralhas tinham com seis metros na base, 3,3 no topo, elevando-se a 30 pés de altura. A sua importância estratégica era de tal ordem que nos séculos XVII e XVIII o seu comandante era nomeado diretamente pelo soberano em Portugal e não estava sujeito ao Governador de Macau.

Capela. Foto: M.V. Basílio

Capela. Foto: M.V. Basílio

O forte passou a contar com uma capela sob a invocação de São Tiago, patrono dos militares, a partir de 1740, quando foi reforçada e ampliada. A sua plataforma principal media 113m x 42m, albergando doze canhões de calibre 24, e quatro de calibre 50, uma cisterna com capacidade para 3.000 litros e instalações para o comandante e 60 soldados. Mais acima na colina havia uma casa da guarda, seis canhões calibre 24 e, ao nível do solo, armazéns para munições e abastecimentos e uma casa espaçosa. Como as demais estruturas defensivas, caiu em ruínas ao longo dos séculos até que, durante a Segunda Guerra Mundial os antigos canhões foram vendidos para adquirir arroz para alimentar os refugiados de Hong Kong e da China.

Ao longo dos anos o forte foi gradualmente demolido para construção de estradas e a partir de 1976 deixou de ser utilizado pela Polícia Marítima. A “Pousada de São Tiago”, inaugurada em 1982, é hoje uma das grandes atrações de Macau. Os visitantes podem conhecê-lo e visitar a capela em seu interior, onde se destacam a imagem da Virgem e a do padroeiro. Segundo uma lenda local, a estátua do santo patrulhava o forte de noite, pelo que de manhã as botas estavam enlameadas, havendo um soldado destacado para as limpar. Um dia o soldado ter-se-ia esquecido de o fazer, tendo sido atingido na cabeça pela espada do santo.

Foto: M.V. Basílio

Foto: M.V. Basílio

Macau Pousada de Sao Tiago.foto MV Basilio 13

Foto: M.V. Basílio

Macau Pousada de Sao Tiago.foto MV Basilio 14

Foto: M.V. Basílio

Foto: M.V. Basílio

Foto: M.V. Basílio

Foto: M.V. Basílio

Foto: M.V. Basílio

Foto: M.V. Basílio

Foto: M.V. Basílio

Foto: M.V. Basílio

Foto: M.V. Basílio

Imagens da missa realizada em 25 de Julho de 2015 na Festa de S. Tiago, o protetor militar de Macau:

M.V. Basílio em outra publicação no Facebook com fotos, conta: “devido ao traçado do metro (metrô) ligeiro, cujas obras em curso se podem ver em algumas fotos, o Monumento de Homenagem à Diáspora Macaense foi removido para o actual local, junto à muralha da Fortaleza de S. Tiago, o qual foi novamente inaugurado e benzido pelo Bispo D. José Lai, em 2 de Dezembro de 2013“.

Ao fundo, a Fortaleza/Pousada São Tiago da Barra. Foto: M.V. Basílio

Ao fundo, a Fortaleza/Pousada São Tiago da Barra. Foto: M.V. Basílio

Foto: M.V. Basílio

Foto: M.V. Basílio

Foto: M.V. Basílio

Foto: M.V. Basílio

Foto: M.V. Basílio

Foto: M.V. Basílio

Macau Pousada de Sao Tiago.Monumento Diaspora Macaense.foto MV Basilio 256

* Obrigado M.V. Basílio pela cessão da fotos para esta postagem. Revisada em 03/08/15.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 717,325 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Fotoblog do Projecto Memória Macaense

Memórias de S.Paulo 2006 – festa de aniversário da Casa de Macau

Memórias de S.Paulo 2006 – festa de aniversário da Casa de Macau

Passaram-se 11 anos, não parece muito, mas vários conterrâneos e amigos nas fotos que publico da festa do 17º aniversário da Casa de Macau de São Paulo em 2006, promovida em 29 de julho, não estão mais conosco. Ficaram os bons momentos registrados da boa confraternização. Vale um momento de reflexão para sempre procurarmos um […]

Vídeo “O silêncio de um bandolim” à memória de Adalberto Remédios

Vídeo “O silêncio de um bandolim” à memória de Adalberto Remédios

O que o Adalberto Remédios mais gostava era tocar o seu bandolim. Uma paixão desde jovem nos bons tempos antigos de Macau (ex-território português na China). Costumava tocar nas festas e atividades externas da Casa de Macau de São Paulo, formando um trio com o Clemente Badaraco (viola/violão/bandolim) e Manuel Ramos (baixo/percussão), até se mudar com […]

O Dia de Portugal na Macau portuguesa de 1973, em vídeo da RTP

O Dia de Portugal na Macau portuguesa de 1973, em vídeo da RTP

Outro vídeo da saudosa Macau sob administração portuguesa nas comemorações do Dia de Portugal em 1973, na época em que o governador era  o general Nobre de Carvalho . Faz parte dos arquivos da RTP Rádio e Televisão Portuguesa que foram disponibilizados ao público no seu aniversário de 70 anos. “Macau, Campo Desportivo 28 de […]

%d blogueiros gostam disto: