Cronicas Macaenses

Blog-magazine de Rogério P. D. Luz, de cara nova

À memória do Museu da Língua Portuguesa de São Paulo destruído por um incêndio

Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo

Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo

São Paulo, a maior cidade de falantes do português no mundo, com cerca de doze milhões de habitantes. possui o único museu interativo de países lusófonos e do planeta dedicado à língua portuguesa. Inaugurada em 20 de março de 2006, nos três primeiros anos de funcionamento teve mais de 1.600.000 visitantes, sendo considerado um dos museus mais visitados do Brasil e na América do Sul.

Instalado no prédio histórico da estação ferroviária Estação da Luz, teve como idealizador Ralph Appelbaum, autor do Museu do Holocausto, em Washington, e da Sala de Fósseis do Museu de História Natural, em Nova Iorque. De acordo com o site oficial, os principais objetivos do Museu da Língua Portuguesa são:

– mostrar a língua como elemento fundamental e fundador da nossa cultura;

– celebrar e valorizar a Língua Portuguesa, apresentada suas origens, história e influências sofridas;

– aproximar o cidadão usuário de seu idioma, mostrando que ele é o verdadeiro “proprietário” e agente modificador da Língua Portuguesa;

– valorizar a diversidade da Cultura Brasileira;

– favorecer o intercâmbio entre os diversos países de Língua Portuguesa;

– promover cursos, palestras e seminários sobre a Língua Portuguesa e temas pertinentes;

– realizar exposições temporárias sobre temas relacionadas à Língua Portuguesa e suas diversas áreas de influência.

(fotografias de/photos by Rogério P.D. Luz)

Museu Lingua Portuguesa (02)

Conforme a Wikipedia, “apesar da palavra museu trazer a ideia de algo rústico e antigo, o museu possui um acervo inovador e predominantemente virtual, combinando arte, tecnologia e interatividade. Composto das mais diversificadas exposições nas quais são utilizados objetos, vídeos, sons e imagens projetadas em grandes telas sobre a língua portuguesa, considerada do ponto de vista de patrimônio cultural dos povos lusófonos. O museu ocupa três andares com 4.333 m². Criação do arquiteto brasileiro Rafic Farah, logo na entrada vê-se a chamada “Árvore da Língua”, uma escultura com três andares de altura em que nas folhas surgem contornos de objetos e as raízes são formadas por palavras que deram origem ao português”.

Museu Lingua Portuguesa (03)

Grande Galeria (fotos acima e abaixo) – no 2º andar

Espaço que lembra uma estação de trem e um grande túnel, possui um telão de 106 metros de comprimento, onde são projetados onze filmes simultaneamente, dirigidos por Marcello Dantas, Victor Lopes, Carlos Nader e Eduardo Menezes. Cada projeção ocupa nove metros da parede, com seis minutos de duração, tratando de temas como cotidiano, dança, festas, carnavais, futebol, música, relações humanas, culinária, valores, saberes e um dedicado à cultura portuguesa.

Museu Lingua Portuguesa (05)

Museu Lingua Portuguesa (07)

Painel mostrando Linha do Tempo da Língua Portuguesa

Linha do Tempo ou História da Língua Portuguesa

Num grande painel, resultado da pesquisa do professor Ataliba de Castilho, são mostradas as origens remotas e indoeuropéias da nossa língua, apresentando a evolução histórica do português desde o etrusco, o latim clássico e vulgar, as línguas românicas antigas e as três línguas que compõe o cerne da língua portuguesa contemporânea: o português lusitano, as línguas indígenas e as africanas, revelando que a história da língua portuguesa remonta a quatro mil anos antes de Cristo. O painel cobre um período de seis mil anos da história humana.

Museu Lingua Portuguesa (08)

Mais fotos do painel da linha do tempo da Língua Portuguesa com textos explicativos: (clicar nas fotos para ampliar)

Museu Lingua Portuguesa (20)

Museu Lingua Portuguesa (21)

Mapa dos Falares: Uma grande tela interativa que mostra os falares do Brasil, onde é possível navegar pelo mapa e acessar áudios com amostras da forma de falar dos brasileiros dos estados da Federação

Mapa dos Falares: Uma grande tela interativa que mostra os falares do Brasil, onde é possível navegar pelo mapa e acessar áudios com amostras da forma de falar dos brasileiros dos estados da Federação

Museu Lingua Portuguesa (09)

Panorama do 2º andar, a principal sala expositiva

Considerado um dos espaços mais lúdicos da exposição permanente, onde os visitantes se divertem movimentando imagens que contém fragmentos de palavras, que incluem sufixos, prefixos e radicais, formando um jogo curioso que tem como objetivo formar palavras completas. Quando o objetivo é alcançado, a mesa de projeção se transforma uma tela futurista que mostra animações e filmes sobre a origem e o significado da palavra formada. Criado por Marcelo Tas com o suporte do etimologista Mário Viaro, da diretora de arte Liana Brazil e do diretor de tecnologia Russ Rive.

Considerado um dos espaços mais lúdicos da exposição permanente, onde os visitantes se divertem movimentando imagens que contém fragmentos de palavras, que incluem sufixos, prefixos e radicais, formando um jogo curioso que tem como objetivo formar palavras completas. Quando o objetivo é alcançado, a mesa de projeção se transforma uma tela futurista que mostra animações e filmes sobre a origem e o significado da palavra formada. Criado por Marcelo Tas com o suporte do etimologista Mário Viaro, da diretora de arte Liana Brazil e do diretor de tecnologia Russ Rive.

Diagrama das Grandes Famílias Linguísticas do Mundo, onde é possível vislumbrar as raízes indo-européias do Latim, passando pelo Romanche até o Português moderno.

Diagrama das Grandes Famílias Linguísticas do Mundo, onde é possível vislumbrar as raízes indo-européias do Latim, passando pelo Romanche até o Português moderno.

Lanternas das Influências ou Palavras Cruzadas

Espaço com oito totens multimédia, em formato triangular e são dedicados às línguas que formaram e influenciaram o português brasileiro, composto de dois totens dedicados às línguas africanas, dois às línguas indígenas, um para espanhol, um para inglês e francês, um para línguas dos imigrantes e o último para o português no mundo, sendo que cada toten possui três monitores interativos, um para cada face. O objetivo dos totens é transmitir a riqueza cultural da nossa língua, bem como mostrar a contribuição desses povos que ajudaram a gerar a língua e identidade brasileiras.

Museu Lingua Portuguesa (06)

Totens interativos que permitem o acesso multimídia a informações sobre as línguas que influenciaram a formação da Língua Portuguesa contemporânea.

Museu Lingua Portuguesa (32)

Totem da Língua Portuguesa no Mundo que mostra Macau, Malaca entre outros

Totem da Língua Portuguesa no Mundo que mostra Macau, Malaca entre outros

Museu Lingua Portuguesa (28)

Macau no Mundo da Língua Portuguesa

Maria (Mariazinha) Lopes Carvalho, macaense de São Paulo, fala sobre as procissões religiosas em Macau

Maria (Mariazinha) Lopes Carvalho, macaense de São Paulo, fala sobre as procissões religiosas em Macau

Malaca

Malaca

Padre Bata

Padre Bata

Totens interativos presentes no espaço Lanternas das Influências. Est fala de Macau

Totens interativos presentes no espaço Lanternas das Influências. Est fala de Macau

Museu Lingua Portuguesa (33)

Museu Lingua Portuguesa (34)

Antigo Bilhete de Identidade de Macau de Daniel Marques dos Santos

Museu Lingua Portuguesa (35)

Porcelana de Macau

Museu Lingua Portuguesa (10)

Museu Lingua Portuguesa (24)

1º andar É destinado a exposições temporárias sobre o idioma. Por ocasião da minha visita, a exposição era do “Cazuza, mostra a sua cara” que foi objeto de postagem com este título. Clique aqui para ver. E no 3º andar tem um auditório que possui um telão de nove metros de largura, onde é apresentado um curta-metragem, criado por Antônio Risério e com direção de Tadeu Jungle, sobre o surgimento, história, diversidade,e a importância das línguas para a humanidade. O telão se revela uma grande porta basculante para a “Praça da Língua”.

Exposições temporárias. Nesta, a do "Cazuza Mostra a sua Cara".

Exposições temporárias. Nesta, a do “Cazuza Mostra a sua Cara”.

Horários (conforme o site oficial em 25/01/2014)

Museu: de terça a domingo, das 10h às 18h, sendo que na última terça-feira do mês o museu fica aberto até às 22h (a bilheteria fecha às 21h).
Não abre às segundas-feiras.
Bilheteria: das 10h às 17h, na última terça-feira do mês das 10h às 21h. Aos Sábados o ingresso é gratuito.

*Vá de metrô e desça na Estação da Luz
Estação da Luz e Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo

Estação da Luz e Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo

460 ANOS DA FUNDAÇÃO DE SÃO PAULO – EM 25/JANEIRO/2014

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 706,007 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Fotoblog do Projecto Memória Macaense

Memórias de S.Paulo 2006 – festa de aniversário da Casa de Macau

Memórias de S.Paulo 2006 – festa de aniversário da Casa de Macau

Passaram-se 11 anos, não parece muito, mas vários conterrâneos e amigos nas fotos que publico da festa do 17º aniversário da Casa de Macau de São Paulo em 2006, promovida em 29 de julho, não estão mais conosco. Ficaram os bons momentos registrados da boa confraternização. Vale um momento de reflexão para sempre procurarmos um […]

Vídeo “O silêncio de um bandolim” à memória de Adalberto Remédios

Vídeo “O silêncio de um bandolim” à memória de Adalberto Remédios

O que o Adalberto Remédios mais gostava era tocar o seu bandolim. Uma paixão desde jovem nos bons tempos antigos de Macau (ex-território português na China). Costumava tocar nas festas e atividades externas da Casa de Macau de São Paulo, formando um trio com o Clemente Badaraco (viola/violão/bandolim) e Manuel Ramos (baixo/percussão), até se mudar com […]

O Dia de Portugal na Macau portuguesa de 1973, em vídeo da RTP

O Dia de Portugal na Macau portuguesa de 1973, em vídeo da RTP

Outro vídeo da saudosa Macau sob administração portuguesa nas comemorações do Dia de Portugal em 1973, na época em que o governador era  o general Nobre de Carvalho . Faz parte dos arquivos da RTP Rádio e Televisão Portuguesa que foram disponibilizados ao público no seu aniversário de 70 anos. “Macau, Campo Desportivo 28 de […]

%d blogueiros gostam disto: