Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P D Luz

O Marco das Três Fronteiras da Argentina

O Marco argentino situado à margem do Rio Iguaçu no encontro com o Rio Paraná, foi recentemente revitalizado, Ganhou show de luzes e água, de dia e de noite, e música. Foi a nossa primeira visita ao atrativo turístico, e estava bonito mesmo de dia, imagine à noite então! Os hermanos argentinos capricharam bem a reforma do local.

Com o obelisco nas cores da bandeira nacional da Argentina, azul celeste e branco, fica bem próximo do centro da simpática e sossegada cidade fronteiriça Puerto Iguazu, no máximo uns 5 minutos de carro (veja o mapa abaixo). Sinceramente não pensava que fosse tão próximo, motivo que talvez não tivesse pensado em visitá-lo, mas agrada e merece uma visita.

O Marco das Três Fronteiras é constituído de um obelisco localizado na divisa territórial entre o Brasil, a Argentna e o Paraguai. Cada país tem o seu com as cores nacionais e são pontos turísticos, principalmente nos dois primeiros países, respectivamente, nas cidades de Foz de Iguaçu e Puerto Iguazu. O do Paraguai, pelo acesso e distância recebe poucos visitantes como se percebe vendo à distância. Os locais ficam á margem de dois rios, o Iguaçu, que faz a fronteira entre Brasil e Argentina e o Paraná, que divide o Paraguai dos outros dois.

Igualmente, o Marco do Brasil também está sendo revitalizado, e mesmo ainda incompleto, foi aberto ao público em dezembro de 2015, quando lá estavamos e fomos visitá-lo. Será assunto de nova postagem com várias fotos. No entanto haverá uma diferença entre os dois locais, enquanto que do lado argentino a visita ao atrativo é gratuita, o do lado brasileiro, após terminadas as obras, haverá cobrança de ingresso.

Veja as fotos com comentários complementares:

  • No mapa abaixo,  lado esquerdo, é o Brasil, a cidade de Foz de Iguaçu. Após a travessia da ponte, enfrenta a cansativa passagem pela aduana argentiva que, em época de feriados ou festiva como a do fim de ano, chega a demorar hora ou mais devido ao rigor do agente que checa tudo e quer saber para onde vai. Eventualmente param para ver o interior do seu carro. O que não acontece no lado brasileiro. Não há uma reciprocidade.
  • Após a aduana, seguindo pela estrada que também dá acesso às cataratas do lado argentino, na rotatória, não a contorne e siga à sua direita e vai dar na Av. Victória Aguirre, e daí é só seguir o mapa abaixo. Para outra opção pela Av. Costanera, veja as fotos a seguir.
Mapa da Triplice Fronteira Argentina Brasil Paraguai

Fonte: Informativo Turístico e& Compras, edição 68 ano 6

Fotografia de/photos by Rogério P. D. Luz  clicar nas fotos menores para ampliar

Postagem relacionada ao passeio (clicar no título): a) Viagem de carro a Foz de Iguaçu, cidade das cataratas

  • Na foto abaixo, no entroncamento de cinco vias, onde se localiza uma filial da famosa sorveteria argentina Fredo (painel branco com centro preto), de onde está o carro com o restaurante Bambu à direita, desça a rua e vire à esquerda, e depois à direita e já é o acesso à Av. Costanera. No início é uma via sinuosa:

Marco 3 Fronteras Argentina Puerto Iguazu.27

  • Fotos abaixo: A Av. Costanera, após o sinuoso traçado. Pare o carro e contemple a paisagem do Rio Iguaçu e o lado brasileiro:
  • Também nessa avenida, você pode fazer passeio de barco conforme as fotos a seguir, embora me parece pouco conhecido e divulgado:

Marco 3 Fronteras Argentina Puerto Iguazu 03

Marco 3 Fronteras Argentina Puerto Iguazu 01

  • Este barco de cinco andares externos me parece um projeto de navegação pelos rios que foi abandonado, ou que tenha falido:
  • E, finalmente, o parque do Marco argentino e sem querer provocar, mas mais agradável que o do lado brasileiro, tanto que parece que para competir com os hermanos, decidiram revitalizá-lo também:

Marco 3 Fronteras Argentina Puerto Iguazu 09

  • Esta é a vista das Três Fronteiras do Marco argentino. Do lado esquerdo, o Paraguai e à direita, o Brasil:

Marco 3 Fronteras Argentina Puerto Iguazu 13

  • Vista panorâmica do Marco argentino visto do lado brasileiro:

Marco 3 Fronteras Argentina Puerto Iguazu.24

Marco 3 Fronteras Argentina Puerto Iguazu.25

Marco 3 Fronteras Argentina Puerto Iguazu.26

  • Além do show das águas, julgo que, tocam a canção brasileira “Aquarela do Brasil” periodicamente ou quando chegam carros com as placas do Brasil. Isto aconteceu quando chegamos de carro. São os hermanos querendo ser simpáticos.

Marco 3 Fronteras Argentina Puerto Iguazu.23

  • A inscrição na torre diz: “30 milhões de pessoas circulando. 3 Cidades (Puerto Iguazu, Foz de Iguaçu e Presidente Franco/Paraguai), 3 idiomas (espanhol/castelhano, português e guarani/Paraguai). 3ª Maior zona franca do mundo (isto por conta do shopping ‘free shop’ inteligentemente localizado antes da aduana argentina)

Marco 3 Fronteras Argentina Puerto Iguazu 11

  • Na foto da esquerda, o lado paraguaio, e da direita, o Rio Iguaçu e o lado brasileiro:
  • O Marco brasileiro visto do lado argentino:

Marco 3 Fronteras Argentina Puerto Iguazu 16

  • O Marco do Paraguai na cidade Presidente Martin:

Marco 3 Fronteras Argentina Puerto Iguazu.18

Marco 3 Fronteras Argentina Puerto Iguazu 15

Marco 3 Fronteras Argentina Puerto Iguazu 14

Marco 3 Fronteras Argentina Puerto Iguazu.21

Marco 3 Fronteras Argentina Puerto Iguazu.22

  • O amplo estacionamento e as lojas de souvenir:

Marco 3 Fronteras Argentina Puerto Iguazu.29

  • Fonte auxiliar Wikipédia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 04/01/2016 por em Marco das 3 Fronteiras, Puerto Iguazu e marcado , , .

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 1.075.444 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Blog do Projecto Memória Macaense

Missa e Te-Deum no Encontro das Comunidades Macaenses-Macau 2019

Missa e Te-Deum no Encontro das Comunidades Macaenses-Macau 2019

Como já vem acontecendo nos Encontros das Comunidades Macaenses realizadas em Macau, o programa de 2019 incluía uma missa e Te-Deum na Sé Catedral que foi celebrada no dia 26 de Novembro às 18:00 horas pelo Bispo de Macau, D. Stephen Lee Bun-sang. Uma celebração religiosa e ação de graças para agradecer por mais uma […]

O hotel em Macau que é uma galeria de arte

O hotel em Macau que é uma galeria de arte

O Hotel Casino (Cassino) Lisboa, de Macau, inaugurado em 3 de Fevereiro de 1970, seis anos após o início das obras em 1964, o primeiro dos tempos modernos do outrora território português na China por cerca de 440 anos, e devolvido para a China em 1999, é por excelência uma galeria de arte com peças […]

Num período de 52 anos, três encontros de amigos macaenses

Num período de 52 anos, três encontros de amigos macaenses

O macaense Carlos Cordeiro, hoje residente no Canadá, enviou ao autor deste blog, três fotos que espelham bem o convívio dele com dois amigos macaenses: Fernando Placé e José (Zé) Cabral, num período de 52 anos, de 1967 a 2019. Interessante ver o cuidado de fotografar o momento na mesma posição da foto original de […]

%d blogueiros gostam disto: