Cronicas Macaenses

Blog-magazine de Rogério P. D. Luz, de cara nova

Tradição mantida em Macau com a procissão de Nosso Senhor dos Passos

Macau Procissao N.S.dos Passos 2016 01

Igreja de Santo Agostinho (foto: M.V. Basílio)

Mais um ano se passou e novamente no fim da semana passada, 13 e 14 de fevereiro de 2016, realizou-se em Macau, antigo território português na China devolvido em 1999, a tradicional procissão de Nosso Senhor dos Passos. Se fosse noutro país seria uma normalidade e tradição religiosa, mas para um território que há quinze anos vive sob a administração chinesa após mais de 400 anos governada pelos portugueses, há que se exaltar o respeito por esta tradição e ainda mais com a participação da gloriosa banda da PSP-Polícia da Segurança Pública, que não precisa dizer, tem o controle do governo.

Reza a história que, nos tempos bem antigos de Macau, a imagem foi levada da Igreja Santo Agostinho para a Sé Catedral pelas autoridades religiosas, no entanto, ela, milagrosamente, retornou sózinha ao altar da igreja de origem, pelo que ainda hoje se realiza, anualmente, a Procissão do Nosso Senhor Bom Jesus dos Passos no primeiro domingo da Quaresma.

Assim, em respeito à história, no sábado, realiza-se no período noturno, a procissão da imagem da Igreja de Santo Agostinho para a Sé Catedral. No dia seguinte, domingo à tarde, a imagem de Nosso Senhor dos Passos retorna em procissão com duração de aproximadamente duas horas, a percorrer várias artérias da cidade com grande participação de fiéis e observada, com louvável respeito, pela população de maioria chinesa que pratica o budismo e o taoismo.

A missa e a procissão contou com a participação do novo bispo de Macau, nomeado pelo Vaticano, D. Stephen Lee Bun-sang, 60 anos, da prelatura da Opus Dei, que assumiu a função em 24 de janeiro, no aniversário da diocese que foi sede do Padroado Português no Extremo Oriente e que  faz 440 anos de vida. É o terceiro bispo em cerca de década e meia de Macau, hoje parte integrante da China.

Importante salientar que as igrejas católicas de Macau, e de Hong Kong (antiga colônia inglesa) também, seguem a orientação do Vaticano, ao contrário do que acontece na China, em que, após a revolução, com o estabelecimento da República Popular da China em 1949, o Estado determinou que todo o culto católico só era legal quando era conduzido pelas igrejas pertencentes à Associação Patriótica Católica Chinesa, um organismo governamental fundada em 1957 e que não aceita a autoridade do Papa. Conforme ainda esclarece a Wikipédia, esta liberdade religiosa é defendida pelos seus textos constitucionais (Lei Básica de Macau e Lei Básica de Hong Kong) e por tratados internacionais (Declaração Conjunta Sino-Portuguesa sobre a Questão de Macau e Declaração conjunta sino-britânica sobre a questão de Hong Kong). Logo, as dioceses de Macau e de Hong Kong não são controladas pela Associação Patriótica. Para quem desconhece, Macau e Hong Kong são consideradas regiões administrativas especiais da China, conforme os acordos assinados com Portugal e Reino Unido para transição de soberania na década de 90.

(Fotografias de/photos by M.V. Basílio – Macau – clicar nas fotos para ampliar)

A PROCISSÃO DE SÁBADO, 13 DE FEVEREIRO, DA IGREJA DE SANTO AGOSTINHO PARA A SÉ CATEDRAL

Macau Procissao N.S.dos Passos 2016 02

foto: M.V. Basílio

Macau Procissao N.S.dos Passos 2016 06

foto: M.V. Basílio

Macau Procissao N.S.dos Passos 2016 07

foto: M.V. Basílio

Sé Catedral o destino final da primeira procissão (foto: M.V. Basílio)

Sé Catedral o destino final da primeira procissão (foto: M.V. Basílio)

PROCISSÃO DE RETORNO, NO DOMINGO, 14 DE FEVEREIRO, DA SÉ CATEDRAL PARA A IGREJA DE SANTO AGOSTINHO

Macau Procissao N.S.dos Passos 2016 20

Macau Procissao N.S.dos Passos 2016 25

foto: M.V. Basílio

Macau Procissao N.S.dos Passos 2016 26

foto: M.V. Basílio

Macau Procissao N.S.dos Passos 2016 32

foto: M.V. Basílio

Macau Procissao N.S.dos Passos 2016 37

foto: M.V. Basílio

Macau Procissao N.S.dos Passos 2016 41

foto: M.V. Basílio

Macau Procissao N.S.dos Passos 2016 42

foto: M.V. Basílio

Igreja de Santo Agostinho - foto: M.V. Basílio

Igreja de Santo Agostinho – foto: M.V. Basílio

  • Agradecimentos ao amigo M.V. Basílio pela cessão das fotos.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 682,996 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Fotoblog do Projecto Memória Macaense

Vídeo “O silêncio de um bandolim” à memória de Adalberto Remédios

Vídeo “O silêncio de um bandolim” à memória de Adalberto Remédios

O que o Adalberto Remédios mais gostava era tocar o seu bandolim. Uma paixão desde jovem nos bons tempos antigos de Macau (ex-território português na China). Costumava tocar nas festas e atividades externas da Casa de Macau de São Paulo, formando um trio com o Clemente Badaraco (viola/violão/bandolim) e Manuel Ramos (baixo/percussão), até se mudar com […]

O Dia de Portugal na Macau portuguesa de 1973, em vídeo da RTP

O Dia de Portugal na Macau portuguesa de 1973, em vídeo da RTP

Outro vídeo da saudosa Macau sob administração portuguesa nas comemorações do Dia de Portugal em 1973, na época em que o governador era  o general Nobre de Carvalho . Faz parte dos arquivos da RTP Rádio e Televisão Portuguesa que foram disponibilizados ao público no seu aniversário de 70 anos. “Macau, Campo Desportivo 28 de […]

Vídeo ‘Macau 70’ da RTP mata saudades, assista …

Vídeo ‘Macau 70’ da RTP mata saudades, assista …

Viajar ao passado de Macau, dos belos tempos dos anos 60 e 70, é o que nos proporciona o vídeo “Macau 70”, produzido pela RTP Rádio e Televisão Portuguesa. A comemorar 70 anos, a RTP disponibilizou no seu website os arquivos para consulta ‘on-line‘ e Macau está presente numa das suas seções. Na apresentação do […]

%d blogueiros gostam disto: