Cronicas Macaenses

Blog-magazine de Rogério P. D. Luz, de cara nova

“Macau Champurado” o vídeo do Dóci Papiaçam que valoriza o Macau genuíno

macau-champurado-video-do-doci-papiacam-01

Imagem capturada do vídeo

O belo de Macau não é só feito de exuberantes cassinos, que nada passam de réplicas, tais como daqueles de Las Vegas, mas a sua genuinidade, a miscigenação de raças e de culturas, o misto de monumentos e edifícios históricos portugueses e chineses, a gastronomia, e tantas outras coisas a enumerar que só indo lá para sentir e ver.

Isto é o que o novo vídeo do Dóci Papiaçám di Macau tenta explicar, de maneira cômica, nesta esmerada produção do macaense Sérgio N. Perez, aliás mais uma da sua coleção de trabalhos técnicamente perfeitas e de boa qualidade.

A sua apresentação no canal do You Tube assim explica:

“Um grupo de visitantes revolta-se contra o seu guia turístico, que os leva aos sítios mais comuns da nossa cidade moderna. Querem ver um Macau genuíno. E o resultado é invulgar”.

Falado principalmente em patuá, dialecto de Macau que se candidata ao título máximo de Patrimônio Cultural Imaterial pela UNESCO na forma de “Teatro em Patuá”, o vídeo tem legendas em português, inglês, chinês e também no próprio patuá. Sem referências técnicas, de produção e do elenco, e fica aqui a observação, pode-se perceber que o Dóci Papiaçám tem conseguido trazer gente nova para suas produções. Isso é bom, pois é necessário renovar e abrir espaço para múltipla participação, de forma que o item cultural não fique limitado a poucos e corra o risco de solução de continuidade no trabalho de preservação da cultura macaense.

De fato, muitas vezes os conterrâneos falam de boca cheia aquela Macau moderna, antes provinciana com poucos prédios altos, dos monumentais cassinos e muitos espigões que até tampam a vista dos seus monumentos históricos, mas esquecem de falar das suas características conquistadas ao longo desses 440 anos da presença portuguesa. Embora por mais modernidade que possam colocar na terra, Macau ainda preserva um gostoso ar provinciano, pelo seu tamanho, que implica num jeito de viver de cidade pequena, só que com mais ofertas de serviços e diversão.

Quando vou a Macau, da última vez em 2010, praticamente passo todo o tempo na península e pouco me preocupo em passear pela região dos cassinos na Ilha da Taipa onde estão concentrados aqueles monumentais e autênticas cópias de Las Vegas. Aliás, graças a essas casas de jogos que o Turismo de Macau pode se vangloriar de fabulosos números de turistas, aos milhões, que não se vê em nenhum outro país. Mas, na verdade, muitos desses “turistas” só viajam de Hong Kong para ficar dentro das casas de jogos de azar e julgo, poucos devem conhecer a cidade em si. Estatísticas são estatísticas, e tudo vale para somá-las. O importante é que geram receitas para a cidade!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 25/09/2016 por em Macau Champurado, Vídeo Macau Champurado e marcado , , , , .

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 641,576 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Fotoblog do Projecto Memória Macaense

O Dia de Portugal na Macau portuguesa de 1973, em vídeo da RTP

O Dia de Portugal na Macau portuguesa de 1973, em vídeo da RTP

Outro vídeo da saudosa Macau sob administração portuguesa nas comemorações do Dia de Portugal em 1973, na época em que o governador era  o general Nobre de Carvalho . Faz parte dos arquivos da RTP Rádio e Televisão Portuguesa que foram disponibilizados ao público no seu aniversário de 70 anos. “Macau, Campo Desportivo 28 de […]

Vídeo ‘Macau 70’ da RTP mata saudades, assista …

Vídeo ‘Macau 70’ da RTP mata saudades, assista …

Viajar ao passado de Macau, dos belos tempos dos anos 60 e 70, é o que nos proporciona o vídeo “Macau 70”, produzido pela RTP Rádio e Televisão Portuguesa. A comemorar 70 anos, a RTP disponibilizou no seu website os arquivos para consulta ‘on-line‘ e Macau está presente numa das suas seções. Na apresentação do […]

As estórias de Margarida Ribeiro ambientadas em Macau e na China

As estórias de Margarida Ribeiro ambientadas em Macau e na China

Acompanhada do macaense Delfino Ribeiro, a escritora madeirense Margarida Ribeiro em 29 de dezembro de 2005  visitou a Casa de Macau de São Paulo no dia da festa de Natal. Na ocasião, quis presentear a comunidade macaense com o seu livro de estórias “A Mui” ambientado na China e em Macau “terra maravilhosa onde a vida tantas vezes confunde […]

%d blogueiros gostam disto: