Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P D Luz

Turismo religioso e de compras num passeio bate-volta em São Paulo

O feriado de Corpus Christi foi motivo para um passeio bate e volta, ou seja, você sai de casa para uma viagem pelas cidades vizinhas e volta no mesmo dia sem se preocupar com hospedagem em hotel, uma viagem econômica.

O que se pensava inicialmente era voltar a ver os belos tapetes de Corpus Christi que decoram as ruas de Santana de Paranaíba para o dia Santo, a pouco mais de 40 kms de São Paulo, pois tinha estado lá em 2015. Mas raciocinando melhor, imaginou-se estender o passeio para Pirapora do Bom Jesus, a 17 kms utilizando a mesma Estrada dos Romeiros, e por final pela mesma via alcançar a Rodovia Castelo Branco e seguir para a Catarina Fashion Outlet a 24 kms. E pronto, estava o roteiro de um passeio bate-volta de turismo religioso e de compras, voltando para São Paulo no fim do dia. Veja então como foi:

1º destino – Santana de Paranaíba

Praça dedicada aos Bandeirantes já que a cidade foi uma importante rota no passado.

Saindo de São Paulo pela Rodovia Castelo Branco, pegue a saída 26B para acessar Barueri onde está a Estrada dos Romeiros que leva a Santana de Parnaíba.  Chegamos pouco antes das 09:30 horas da manhã, um razoável horário para visitar a cidade no dia de Corpus Christi facilitando estacionamento do carro e logo na entrada, junto à praça, um espaço municipal gratuito sinalizado. Pelo horário pegamos uma das últimas vagas. Melhor chegar um pouquinho antes, talvez lá pelas 08:00 horas.

  • Veja também postagem relaconada:

Os tapetes coloridos de Corpus Christi de Santana de Parnaíba em 2017

Os tapetes coloridos montados por moradores e colaboradores de paróquias de São Paulo e municípios vizinhos, com uma extensão de cerca de 850 metros enfeitavam o bonito centro histórico da cidade. A comemoração de Corpus Christi de Santana pode ser considerado uma das mais significativas e bonitas do Estado de São Paulo atraindo milhares de turistas. Ainda não foi lá? Então agende a sua próxima visita no ano que vem. Imperdível!

A Igreja Matriz de Santa Ana é o ponto de partida para iniciar a visita aos tapetes.

Muitos ciclistas fazem romaria à cidade e o ponto alto é a foto diante a Igreja.

A Igreja dedicada a Santa Ana lotada de fiéis o dia todo com missas a toda hora e procissão no fim de dia.

O casarão antigo onde está instalado o Museu Anhanguera.

Uma das alternativas de lanchar é a praça de alimentação a céu aberto atrás da igreja, onde esta barraca de um argentino tinha umas deliciosas empanadas argentinas, irresistíveis e muito deliciosas.

Os tapetes Corpus Christi percorrem ao lado da praça principal da cidade onde estão localizados vários restaurantes e lanchonetes.

O restaurante São Paulo Antigo serve leitão a pururuca nos finais de semana.

O Centro Histórico bem arrumado.

Ateliers de arte ficam no trajeto dos tapetes


Por volta das 13:00 horas deixamos Santana de Parnaíba e rumamos para Pirapora do Bom Jesus pela mesma Estrada dos Romeiros, a 17 kms.

2º Destino – Pirapora do Bom Jesus

Pirapora do Bom Jesus visto do outro lado do poluído Rio Tietê, uma pena. Atrás da Igreja Matriz do Bom Jesus em primeiro plano, vê-se a Mosteiro São Norberto que tem um museu e uma pequena gruta.

Já estava a tirar a minha primeira foto de Pirapora, cerca de 30 minutos após deixar Santana e estacionar o carro num estacionamento logo na entrada. A Estrada dos Romeiros passa por dentro da cidade.

Pirapora é um destino religioso de romarias, pois a imagem do Bom Jesus, exposta no altar principal da Igreja Matiz, foi encontrada por pescadores às margens do atual Rio Tietê em 1725, apoiado numa pedra. tornando assim o padroeiro da cidade e o motivo das peregrinações desde então, para venerá-Lo. Depois do Santuário de Nossa Senhora Aparecida, seria o segundo do Estado de São Paulo mais visitado por romeiros.

Os tapetes também estavam montados nas principais vias da cidade, tendo como ponto de partida a Igreja do Bom Jesus de Pirapora de onde sairia a procissão de Corpus Christi no fim da tarde.

A rua de acesso à Igreja Matriz do Bom Jesus

Na praça diante da Igreja Matriz, tinha música ao vivo de romeiros pagando promessa, além de um touro que podia-se pagar R$ 5,00 para montar nele para fotos, ou R$ 20,00 se a foto fosse revelada na hora.

Se precisar de ajuda ou orientação, fale com as moças com colete vermelho nele escrito “Posso ajudar?”.

O interior da Igreja Matriz do Bom Jesus, destino final das romarias e de cumprimento de promessas.

A imagem de Bom Jesus encontrada às margens do Rio Tietê

O Rio Tietê, que infelizmente ainda está poluído neste trecho, causando mau cheiro e espumas na superfície das águas mortas que variam de volume conforme o dia, resultante de detritos que são jogados nele. Uma tristeza!

O objetivo era conhecer a cidade no dia de Corpus Christi e fazer uma oração na Igreja Matriz. Assim cumprido, cerca de uma hora e meia, às 14:30 hrs, estávamos a caminho do Catarina Fashion Outlet, a 24 kms de Pirapora pela Estrada dos Romeiros até o seu término (ou início de estrada) e depois pegar a Rodovia Castelo Branco.

3º E ÚLTIMO DESTINO

Apesar da Estrada de Romeiros, após passar por Pirapora, estar em precárias condições, exigindo cautela nas diversas curvas sem visão pelo mato alto nas laterais e alguns buracos, chegamos no Catarina Fashion Outlet em cerca de 30 minutos, após percorrer 24 kms. A estrada tinha pouco movimento naquele trecho, apesar do feriado.

Eram 15:00 horas quando deparamos com uma razoável fila de carros estendendo-se até o acostamento da rodovia para ingressar no estacionamento do Catarina. Já tinham me alertado que o ideal seria ir lá logo no início da manhã nos fins de semana e feriados, para poder estacionar tranquilo e sem enfrentar filas de carros e falta de vagas, o que se confirmava. Eram muitos e muitos carros! Praticamente com uma visão que não existem vagas suficientes para tanta gente, salvo daqueles que estão indo embora. E por sorte, isso aconteceu conosco, e aí foi possível estacionar logo ao lado de um dos acessos às suas ruas internas.

Pelo feriado, o shopping estava superlotado de gente. Várias lojas de grifes mais famosas, especialmente de vestuários, tinham filas enormes nos caixas que até fez a minha esposa desistir de uma das compras. Até fiquei a pensar: cadê a crise e a queda de consumo? Naquele dia, não havia crise e desemprego nenhum que segurasse o povo de gastar. Embora depois no nosso lanche de tarde, degustando uma pizza da Domino´s, uma vendedora de uma das lojas sentada na mesa vizinha, dizia que nos dias de semana, era uma calmaria, até um marasmo, devido a um público menor, o que pode sugerir, para quem tem tempo de sobra ou está de férias, a ida nesses dias.

Não sou um consumista exagerado, e nem daqueles que só compram grifes, mas me pareceu que os preços estavam bastante aceitáveis dentro dos descontos de/até 70% que várias lojas anunciavam nas suas vitrines externas, isto se for verídico.

A praça de alimentação em círculo é boa com muitos boxes e de marcas costumeiras de shoppings, com preços similares. Se não comprar nada, terá valido a pena completar o passeio com uma refeição, lanche ou guloseima. Enfim, o outlet para os consumistas é obrigatório, especialmente pela proximidade com São Paulo, a 60 kms do início da Rodovia Castelo Branco, num passeio bate e volta, e para aqueles que só procuram um destino para passear por um dia, é uma boa sugestão. O estacionamento custava na ocasião (15/6/2017) R$ 8,00, nada alarmante.

Deixamos o centro comercial por volta das 17:30 hrs pegando a Castelo Branco inteirinha, e quando cheguei em casa, na região central de São Paulo, já no início da noite, vi que o carro percorreu no dia: 152 kms. Fazendo as contas, visitamos 3 destinos em cerca 10 horas, nada mal!

O Catarina outlet fica no município de São Roque, o que se pode sugerir que o visite na parte da manhã, chegando cedinho, e no começo da tarde dê um pulo na cidade, o acesso é perto e fácil, passeie pela sua famosa Rota do Vinho ou vá ao Ski Mountain, e depois retorne a São Paulo, que tal?

Um comentário em “Turismo religioso e de compras num passeio bate-volta em São Paulo

  1. Pingback: Os tapetes coloridos de Corpus Christi de Santana de Parnaíba em 2017 | Cronicas Macaenses

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 1.190.893 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Blog do Projecto Memória Macaense

Brasão de Armas de Macau

Brasão de Armas de Macau

Os Brasões de Macau portuguesa são todos inspirados nos estilos heráldicos tradicionais da Europa. O primeiro brasão de armas de Macau foi usado até ao final do século XIX. É apenas constituído pelas armas de Portugal cercado pela inscrição Cidade do Nome de Deus, Não Há Outra Mais Leal. O segundo brasão de armas foi […]

Jantar de Boas-Vindas e Sessão de Abertura e do Encontro das Comunidades Macaenses–Macau 2019

Jantar de Boas-Vindas e Sessão de Abertura e do Encontro das Comunidades Macaenses–Macau 2019

A Sessão Solene de Abertura e Jantar de Boas Vindas do Encontro das Comunidades Macaenses – Macau 2019, oferecida pelo Governo da RAEM, foi realizada em 24 de Novembro de 2019 no Hotel Sheraton Grand Macao, Cotai Central, na Ilha da Taipa de Macau O Chefe do Executivo, Fernando Chui Sai On, cujo mandato se […]

Festival de Gastronomia de Macau

Festival de Gastronomia de Macau

Todos os anos, no mês de Novembro, o Festival de Gastronomia de Macau (Macau Food Festival) que é realizado na Praça do Lago Sai Van, bem ao lado da Torre de Macau (Macau Tower). atrai multidões, tanto residentes como turistas, como foi o nosso caso em 2019, pela variedade de comida chinesa, asiática, como a […]

%d blogueiros gostam disto: