Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P D Luz

Os homens na Gastronomia Macaense

A Gastronomia Macaense é o ponto forte dos temas macaenses, tanto na imprensa, sites ou na roda de amigos. Até o Manhão disse no seu artigo no JTM, que pelos depoimentos interessantes recebidos dava para escrever um livro. Vai em frente, Henrique! Sucesso!
Sempre dá água na boca, só de lembrar ou ouvir como se faz este prato ou outro. Até chega a criar uma competição saudável e divertida, quando os “concorrentes” comentam dos pratos que os outros preparam. Aquela conversa de “o meu é o melhor” desperta curiosidade quanto à receita que “ele” utiliza. Aposto que você já ouviu de um concorrente falar do prato de outro concorrente, é o tal de “aiá, falta isto falta aquilo”, muito comum no ló pák kou, tal como “está duro”, ou “muito pobre, pouco recheio”.
Alguns são extremamente reservados. “Porque revelar os meus segredos aos concorrentes?”, outros abertos, contam os detalhes, ou se contam, hummmm !!! Até tem uma linha de “cozinheiros” que falam abertamente que fazem de cabeça e “a olho”, e nem sabem dar receitas. Bom, talvez na hora de elaborar, façam um esforço. Enfim, isso é saudável além de pitoresco.
O meu tema são os homens “cozinheiros” da culinária macaense. No Brasil são quantos? Estou aqui a fazer as contas. Do que sei e ouvi falar são 7 que têm certo destaque e são conhecidos. Mas penso que deve haver mais. Aqueles “mineirinhos”, quietos no seu canto que cozinham bem à beça mas ninguém fala deles ou não se expõem ao público.
Até dá margem para imaginar como seria interessante uma competição específica. Cozinheiros x cozinheiras !!! Quem cozinha melhor, os homens ou mulheres? Pelo menos no concurso que aconteceu no Encontro de 2004, as mulheres ganharam a disputa. A dupla Isabel Pedruco /Isabel Batalha foi vitoriosa e olha que havia homens na parada !!! Mesmo assim, vale sempre perguntar: qual a sua opinião? Eu, politicamente correto, vou deixar de opinar. Para mim, sempre serão bem-vindos qualquer prato macaense, seja de homem ou mulher cozinheira, mas que me façam matar as saudades da terrinha, da minha mãe (aliás, foi uma excelente cozinheira, sem querer ser um filho “engraxa sapato ou puxa-saco”, pois ela hoje desfruta do seu descanso eterno) e fazer-me desfrutar dessas delícias da nossa culinária, que precisamos preservar a qualquer custo. E sobre isso, os meus elogios pela criação da Confraria da Gastronomia Macaense, que hoje tem um novo presidente, o Luís Machado, que merece total apoio para esta tarefa importante em prol da nossa cultura e memória.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 03/03/2010 por em Gastronomia Macaense, MACAENSES e marcado , , .

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 1.190.647 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Blog do Projecto Memória Macaense

Brasão de Armas de Macau

Brasão de Armas de Macau

Os Brasões de Macau portuguesa são todos inspirados nos estilos heráldicos tradicionais da Europa. O primeiro brasão de armas de Macau foi usado até ao final do século XIX. É apenas constituído pelas armas de Portugal cercado pela inscrição Cidade do Nome de Deus, Não Há Outra Mais Leal. O segundo brasão de armas foi […]

Jantar de Boas-Vindas e Sessão de Abertura e do Encontro das Comunidades Macaenses–Macau 2019

Jantar de Boas-Vindas e Sessão de Abertura e do Encontro das Comunidades Macaenses–Macau 2019

A Sessão Solene de Abertura e Jantar de Boas Vindas do Encontro das Comunidades Macaenses – Macau 2019, oferecida pelo Governo da RAEM, foi realizada em 24 de Novembro de 2019 no Hotel Sheraton Grand Macao, Cotai Central, na Ilha da Taipa de Macau O Chefe do Executivo, Fernando Chui Sai On, cujo mandato se […]

Festival de Gastronomia de Macau

Festival de Gastronomia de Macau

Todos os anos, no mês de Novembro, o Festival de Gastronomia de Macau (Macau Food Festival) que é realizado na Praça do Lago Sai Van, bem ao lado da Torre de Macau (Macau Tower). atrai multidões, tanto residentes como turistas, como foi o nosso caso em 2019, pela variedade de comida chinesa, asiática, como a […]

%d blogueiros gostam disto: