Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P D Luz

Macau 1992, vista aérea e densidade demográfica: saiba

Macau 1992. Foto de Wong Wai Hong

Passaram-se 20 anos desde que o fotógrafo Wong Wai Hong a bordo de um ultra-leve sobrevoou Macau a pouco mais de mil metros de altura.  Foram tiradas mais de mil fotos em vários sobrevoos.  O resultado do trabalho foi publicado em postais que comprei em 1994 em Macau.  A série foi patrocinada pelo Instituto Cultural de Macau e consta o editor como San Yu Tang, de Hong Kong.

Na foto abaixo, de autoria estampada e época desconhecida, podem ter uma idéia da evolução de Macau desde 1992,como os novos aterros (mais à direita), pontes, vias públicas e muitos prédios.  Macau aumentou de tamanho, e não para de aumentar.  Digamos que aumenta “a cada minuto” com as barcaças trazendo terra da China e despejando no mar, num trabalho de formiga, para formar novos aterros.

A seguir podem ver a única ponte que, em 1992, ligava a península de Macau às suas duas ilhas, Taipa e Coloane.  Taipa hoje em dia está ligada a Coloane por uma avenida.  Praticamente as duas ilhas ficaram uma só, e os aterros continuam … Taipa hoje abriga os mais modernos e espetaculares casinos de Macau, e se não bobear, supera Las Vegas como de fato já é uma realidade em termos de receita.  Na foto abaixo, podem ver que a primeira ilha, que é Taipa, era pouco habitada.  Hoje em dia, está entupida de casinos monumentais, um aeroporto e muitos prédios, estádios etc etc.  Torna-se opção de moradia por falta de espaço na península.  Além dessa ponte da foto, foram construídas mais duas para ligação a Macau. A ilha do fundo é Coloane e, por enquanto, está um tanto preservada com as suas áreas verdes.

Macau 1992. Foto de Wong Wai Hong

Macau, em 1992, ainda sob a administração portuguesa (foi devolvida para a China em Dez/1999) deveria ter cerca de 400 mil habitantes.  Hoje tem em torno de 570 mil.  Agora, aos leitores que não conhecem Macau, saiba que é um dos lugares do mundo com a maior densidade demográfica, com cerca de 19.000 pessoas por quilómetro quadrado.  Veja a foto abaixo de 1992, com a parte escurecida para delimitar a área da península Macau, para imaginar como os seus habitantes “se espremiam” neste pequeno espaço de cerca de 22 km2 (? em 92?).  A área escurecida já faz parte do continente da China, porém, mesmo que Macau hoje faça parte da nação chinesa, há uma fronteira para se cruzar, necessitando de visto.  O mesmo se aplica aos residentes chineses do outro lado da fronteira.  Isto é a China e este esquema de fronteiras também se aplica a muitas cidades dentro do continente.  Entre outras coisas, serve para controlar o fluxo migratório.

E, como diz o poeta macaenseAdé no nosso dialecto patoá: Macau Sã Assi … (Macau é assim)

* Agradecimentos ao fotógrafo e editores

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 1.093.486 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Blog do Projecto Memória Macaense

“A Cidade de Macau” uma canção de Filomeno Jorge “Russo”

“A Cidade de Macau” uma canção de Filomeno Jorge “Russo”

Foi-me repassado o link no You Tube da canção “A Cidade de Macau”, que não conhecia. É cantada por Filomeno A.M.Jorge (Russo), assim como é o compositor da bela canção e com letras de J.J.Monteiro. O vídeo está publicado no canal no You Tube de – boafilomena Os parabéns do Projecto Memória Macaense e Crónicas […]

Missa e Te-Deum no Encontro das Comunidades Macaenses-Macau 2019

Missa e Te-Deum no Encontro das Comunidades Macaenses-Macau 2019

Como já vem acontecendo nos Encontros das Comunidades Macaenses realizadas em Macau, o programa de 2019 incluía uma missa e Te-Deum na Sé Catedral que foi celebrada no dia 26 de Novembro às 18:00 horas pelo Bispo de Macau, D. Stephen Lee Bun-sang. Uma celebração religiosa e ação de graças para agradecer por mais uma […]

O hotel em Macau que é uma galeria de arte

O hotel em Macau que é uma galeria de arte

O Hotel Casino (Cassino) Lisboa, de Macau, inaugurado em 3 de Fevereiro de 1970, seis anos após o início das obras em 1964, o primeiro dos tempos modernos do outrora território português na China por cerca de 440 anos, e devolvido para a China em 1999, é por excelência uma galeria de arte com peças […]

%d blogueiros gostam disto: