Cronicas Macaenses

Blog-magazine de Rogério P. D. Luz, de cara nova

Cinemas Antigos de Macau, “Onde Estão?” (2) Freguesias Sto.António, S.Lázaro e Taipa, por Jorge Basto

Complementando a postagem anterior (veja clicando aqui) de mesmo assunto sobre os cinemas antigos das Freguesias da Sé e de São Lourenço em Macau (ex-território português na China), esta vai falar daqueles das Freguesias de Santo António, São Lázaro e da Ilha da Taipa.  A matéria é de autoria de Jorge Basto, macaense residente em Portugal:

CINEMAS ANTIGOS DE MACAU, <<ONDE ESTÃO?>>

FREGUESIAS DE SANTO ANTÓNIO, SÃO LÁZARO E ILHA DA TAIPA (2)

autoria de JORGE BASTO (texto, legendas e pesquisa de imagens)

Os cinemas antigos de Macau, que se chamavam de «teatros», tiveram a sua época de ouro antes do aparecimento da televisão e dos vídeos. A maioria deles já não existe…

Citando o saudoso Henrique Senna Fernandes, «Os cinemas tinham várias classes, primeira, segunda, terceira, e uma outra “classe” grátis para as pessoas pobres, que se sentavam atrás do palco em bancos rasos, e viam tudo ao contrário». Já tinha ouvido isso, de se sentarem atrás do palco, dum meu tio falecido… mas isso já é mesmo muito antigo!

Os cartazes dos filmes eram pintados à mão, a tinta de óleo para resistirem à chuva.  Ampliados de pequenos folhetos que o pintor dispunha, a cara do John Wayne que vi de perto numa sala de pintura era uma coisa monstruosa!

Hoje, dado que existe muita informação «on-line» sobre o tema, nomeadamente em «macauantigo.blogspot.pt», «nenotavaiconta.wordpress.com», «cinematreasures.org», incluindo este site, propõe-se então reunir essa informação dispersa, organizando os cinemas por freguesias e em ordem alfabética, e acrescentar modestamente essa curiosidade de «Onde Estão?», com os mapas dos seus locais e fotos actuais datadas de 2008 (da Google Maps), alguns difíceis de encontrar.

Assim, seguindo-se a uma breve descrição dos cinemas com base nesses «sites» acima mencionados (cujas fotos antigas interessantes não se repetem agora), vamos aos tais mapas e fotos actuais desses locais, ao que junto «unchinho» de minhas memórias…

1.3. FREGUESIA DE SANTO ANTÓNIO

Cinemas Macau Jorge Basto 24

(clicar para aumentar)

Alegria (Veng Lok), na Estrada do Repouso, 85D, com esquina para a Travessa da Corda: Com 1160 lugares, de plateia e galeria, abriu em 1952 apenas com plateia de 800 lugares, foi renovado em 2005 e ainda existe. Apenas exibiu filmes chineses, e por excepção, o «The Last Emperor» de 1987 que assisti! O ruído da assistência era mesmo incomodativo, com um constante apitar de «pi-pi-keis» (registadores de telefonemas/BIP), pois nesse tempo ainda não havia telemóveis (celulares no Brasil).

(clicar para aumentar)

(clicar para aumentar)

Cinemas Macau Jorge Basto 26

O Alegria, visto da Estrada do Repouso, com a Av. do Almirante Lacerda ao fundo

Jade (Fei Choi), na Rua de Entre-Campos, 5 e nada mais se sabe. No local fica possivelmente o Edifício Poly Garden.

(clicar para aumentar)

(clicar para aumentar)

Cinemas Macau Jorge Basto 28

O local do Jade, algures à direita, vendo-se ao fundo o Jardim de Camões

Lai Seng, no cruzamento da Rua da Barca com a Estrada de Coelho do Amaral: Com 824 lugares e nada mais se sabe. Foi demolido e no local existe o Banco Tai Fung.

(clicar para aumentar)

(clicar para aumentar)

O local do Lai Seng, com a Rua da Barca à direita e a Estrada de Coelho do Amaral à esquerda

O local do Lai Seng, com a Rua da Barca à direita e a Estrada de Coelho do Amaral à esquerda

Lido, no cruzamento da Av. do Almirante Lacerda com a Av. Coronel Mesquita: Com 1260 lugares, de plateia e galeria, abriu em 1968 e fechou em 1995, com projectos para centro comercial, sem consequência. Foi demolido em 2010.

Cinemas Macau Jorge Basto 31

(clicar para aumentar)

O Lido, em 2008, tapado na foto pelas escadarias

O Lido, em 2008, tapado na foto pelas escadarias

Nan King, no entroncamento da Rua de Cinco de Outubro com a Rua da Ribeira do Patane: Abriu nos anos 30s e fechou nos anos 50s. Foi modernizado e convertido em centro de diversões de operários, onde fui uma vez para visitar uma associação de fotógrafos. Foi depois demolido nos finais dos anos 90s e no local nada foi construído.

(clicar para aumentar)

(clicar para aumentar)

O local do Nan King, em terreno baldio que deve valer milhões...

O local do Nan King, em terreno baldio que deve valer milhões…

Roxy, na Rua do Visconde Paço de Arcos, no quarteirão seguinte ao parque de estacionamento: Com 1005 lugares, conhecido por exibir filmes eróticos, mas nada mais se sabe. Fui lá uma única vez, mas o filme deve ter sido tão desinteressante que não me lembro de nada! Foi demolido e no local existe o Edifício Roxy.

(clicar para aumentar)

(clicar para aumentar)

O local do Roxy, algures à direita, vendo-se ao fundo o parque de estacionamento

O local do Roxy, algures à direita, vendo-se ao fundo o parque de estacionamento

San Kio (Nova Ponte, à letra), ao lado do antigo Mercado San Kio: Funcionou nos anos 30s e 40s, e foi destruído por um incêndio em 1942. No local, existe uma igreja e uma escola, o que leva a presumir que seja católica.

Na minha pesquisa, as 5 ruas comerciais do bairro San Kio são, segundo o IACM, a Rua da Emenda, a Rua do Lu Cao, a Rua do Rebanho, a Rua de Tomé Pires e a Rua de Brás da Rosa. Como a única escola católica desse bairro é a Escola da Sagrada Família, na esquina da Rua da Emenda com a Rua do Lu Cao, torna-se este um possível local desse teatro.

(clicar para aumentar)

(clicar para aumentar)

O presumível local do San Kio, vendo-se ao centro a referida escola

O presumível local do San Kio, vendo-se ao centro a referida escola

Ton-Lok Films Chinez, no Largo do Pagode do Bazar: Abriu antes da 2a Guerra Mundial e nada mais se sabe.

(clicar para aumentar)

(clicar para aumentar)

O local do Ton-Lok, algures no largo

O local do Ton-Lok, algures no largo

1.4. FREGUESIA DE SÃO LÁZARO

(clicar para aumentar)

(clicar para aumentar)

Pak Wai, dentro do Edifício Pak Wai: no cruzamento da Av. Conselheiro Ferreira de Almeida com a Av. do Coronel Mesquita, onde existiu o bairro Albano de Oliveira. Abriu nos finais dos anos 80s e nada mais se sabe.

(clicar para aumentar)

(clicar para aumentar)

Cinemas Macau Jorge Basto 43

1.5. Local desconhecido de mini-cinemas recentes dos anos 80s, dos quais nada mais se sabe: Cidade de Ouro (com 835 lugares), Lai Jing, Lai Va, Pak Lok Mun e Pérola (Meng Chu).

2. ILHA DA TAIPA

Taipa, no Largo de Camões, por detrás da antiga Câmara Municipal das Ilhas, hoje Museu Histórico de Taipa e Coloane. Com 760 lugares, abriu em 1965 e fechou em 1975, no ano seguinte à construção da ponte Macau-Taipa. Foi depois utilizado como armazém de materiais de construção.

(clicar para aumentar)

(clicar para aumentar)

O local do Taipa no largo, à esquerda do edifício Son Keng Hin, no canto superior direito da foto

O local do Taipa no largo, à esquerda do edifício Son Keng Hin, no canto superior direito da foto

3. Contributos de leitores

Este texto é resultado duma pesquisa sumária sobre um tema bastante divulgado, e por isso o autor agradece o contributo de informações que corrijam ou enriqueçam o seu conteúdo que se pretende dinâmico, com mais «unchinho» de vossas memórias.

Jorge Basto

* Veja também: Cinemas antigos de Macau – Freguesias da Sé e São Lourenço

Anúncios

Um comentário em “Cinemas Antigos de Macau, “Onde Estão?” (2) Freguesias Sto.António, S.Lázaro e Taipa, por Jorge Basto

  1. Pingback: Cinemas Antigos de Macau, “Onde Estão?” (1) Freguesias da Sé e de S.Lourenço, por Jorge Basto | Cronicas Macaenses

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 696,944 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Fotoblog do Projecto Memória Macaense

Memórias de S.Paulo 2006 – festa de aniversário da Casa de Macau

Memórias de S.Paulo 2006 – festa de aniversário da Casa de Macau

Passaram-se 11 anos, não parece muito, mas vários conterrâneos e amigos nas fotos que publico da festa do 17º aniversário da Casa de Macau de São Paulo em 2006, promovida em 29 de julho, não estão mais conosco. Ficaram os bons momentos registrados da boa confraternização. Vale um momento de reflexão para sempre procurarmos um […]

Vídeo “O silêncio de um bandolim” à memória de Adalberto Remédios

Vídeo “O silêncio de um bandolim” à memória de Adalberto Remédios

O que o Adalberto Remédios mais gostava era tocar o seu bandolim. Uma paixão desde jovem nos bons tempos antigos de Macau (ex-território português na China). Costumava tocar nas festas e atividades externas da Casa de Macau de São Paulo, formando um trio com o Clemente Badaraco (viola/violão/bandolim) e Manuel Ramos (baixo/percussão), até se mudar com […]

O Dia de Portugal na Macau portuguesa de 1973, em vídeo da RTP

O Dia de Portugal na Macau portuguesa de 1973, em vídeo da RTP

Outro vídeo da saudosa Macau sob administração portuguesa nas comemorações do Dia de Portugal em 1973, na época em que o governador era  o general Nobre de Carvalho . Faz parte dos arquivos da RTP Rádio e Televisão Portuguesa que foram disponibilizados ao público no seu aniversário de 70 anos. “Macau, Campo Desportivo 28 de […]

%d blogueiros gostam disto: