Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P D Luz

Armas da Cidade de Macau, antigamente

Padre Manuel Teixeira, um notável historiador de Macau, no seu livro Primórdios de Macau, fez uma descrição das “Armas da Cidade” na época em que o território era administrado pelos portugueses. Veja:

Macau armas da cidade bandeira

 

ARMAS DA CIDADE DE MACAU ADMINISTRADA POR PORTUGAL

por Padre Manuel Teixeira – do livro Primórdios de Macau editado em 1990 pelo I.C.M.

D. Duarte de Menezes deu por armas à nova cidade a Cruz do Hábito de Cristo; esta é, mais ou menos, a Cruz dos Templários, ou a Cruz das nossas caravelas.

Com o decurso do tempo, modificaram-se e hoje temos as seguintes armas, descritas pelo Coronel A. Guedes de Magalhães em Marcos Postais de Macau (pág. 46):

“O escudo, no formato clássico português e terciado um mantel, contém:

No primeiro, em campo de prata, as cinco quinas de Portugal, de azul, carregadas cada uma de cinco besantes de prata em aspa, que há mais de oito séculos se distinguem na heráldica como símbolo de Portugal, e aqui pretendem representar a unidade de todo o seu território.

No segundo, o símbolo característico da Província de Macau, em lembrança do território em que se acha situado.

Em capa azul, um dragão de ouro armado e língua de vermelho e realçado de negro, suportando nas garras uma das quinas de Portugal.

No terceiro, a representação do mar, sendo o campo de prata carregado de cinco faixas bordadas de verde, ligando as quinas de Portugal ao emblema simbólico de Macau.

A coroa mural, que assenta sobre o escudo, é de ouro, e constituída por cinco torres ligadas por quatro panos de muralha realçados de negro; as torres são carregadas sobre as portas por esferas armilares de vermelho e os passos da muralha com as ameias formadas por um escudo de prata com a Cruz de Cristo de vermelho.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 1.114.121 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Blog do Projecto Memória Macaense

Em Macau, celebração diferente do 13 de Maio Dia de Nossa Senhora de Fátima em 2020 devido à pandemia

Em Macau, celebração diferente do 13 de Maio Dia de Nossa Senhora de Fátima em 2020 devido à pandemia

Por medidas de precaução em função da pandemia do novo coronavírus Covid-19, a celebração do Dia de Nossa Senhora de Fátima, no dia 13 de Maio, foi diferente no mundo todo. Até que em Macau a celebração contou com a participação limitada de fiéis na missa realizada na Igreja de São Domingos, mais que no Santuário […]

Por detrás da foto oficial do Encontro das Comunidades Macaenses Macau 2019

Por detrás da foto oficial do Encontro das Comunidades Macaenses Macau 2019

A sessão fotográfica nas Ruínas de São Paulo é tradição já há vários Encontros das Comunidades Macaenses, e não foi exceção na edição Macau 2019. Aconteceu no dia 26 de Novembro, uma terça-feira, por volta das 16 horas. Ao que parece, uma tradição chinesa em Macau, a foto oficial reuniu os participantes do Encontro de […]

Ruínas de São Paulo e as ruas de acesso à principal atração turística de Macau

Ruínas de São Paulo e as ruas de acesso à principal atração turística de Macau

Após 9 anos de ausência, desde o Encontro das Comunidades Macaenses de 2010, já no segundo dia da chegada a Macau para a edição de 2019, por saudades fomos visitar as Ruínas de São Paulo, mesmo sendo um Sábado quando se espera uma multidão de turistas do Continente da China que costumam congestionar as vias […]

%d blogueiros gostam disto: