Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P D Luz

Macau: as antigas vivendas da Av. Sidónio Pais

VIVENDAS DA AVENIDA SIDÓNIO PAIS

Magnífico conjunto de moradias Art Deco construídas em 1950, no quarteirão compre­endido entre as avenidas Horta e Costa e Ouvi­dor Arriaga, as vivendas da Av. Sidónio Pais foram sendo demolidas tendo desaparecido por completo em meados dos anos 80.

* Reprodução de publicação do livro “Cem Anos que Mudaram Macau” de autoria de Sérgio Infante, Rogério Beltrão Coelho, Paula Alves e Cecília Jorge”, edição do Governo de Macau em 1995

Macau Av Sidonio Pais vivendas (1)

Ca 1950

Conforme o livro Cadastro das Viás Públicas e Outros Lugares da Cidade de Macau de 1957 (Leal Senado da Câmara Municipal de Macau), a Avenida de Sidónio Pais (Ref: B. de 1-2-1919) que pertence à Freguesia da Sé chama-se em chinês-cantonense: Si Tó Niu Pái Si – Tái Má Lou (avenida) e possuía 28 poços particularesNa via estava localizada a Enfermaria Militar (antigo Quartel da Flora), e também a Piscina Municipal, Escolas Primárias Oficiais “Pedro Nolasco da Silva” e Escola Infantil “Dom José da Costa Nunes”.  Primitivamente, chamava-se Estrada da Flora.

O local em 1995

O local em 1995

31/05/2015: Interessante que esta postagem despertou interesse de muita gente e algumas recordações em comentários no Facebook feitos por Carlos Alberto Carvalho, Rigoberto Rosário Jr “Api” e Jorge Eduardo Robarts “Giga”.  O Api contou as suas vivências nas vivendas: “eram 5 casas, e quem morava na mesma casa da família Coutinho era a família Évora, que eu brincava muito com os irmãos Drs. Humberto e Mário, al´em de assistir filmes de longa metragem no terraço, providenciado pelo Sr. Coutinho. Eu morava na segunda casa. O sr. Johnny Álvares morava na terceira casa, no primeiro andar. O andar de baixo era a sala de ensaio da orquestra filamórnica do Dr. Pedro Lobo, onde eu assistia todos, porque o meu avô materno tocava flauta transversal nela e no terraço funcionava a estação da rádio amador do sr. Álvares, possuindo uma enorme antena. A família Fu ficava logo ao lado, que depois de décadas foi contratado como músico pelo filho dele (pessoalmente e me lembrava como ex-vizinho) para trabalhar no extinto Hotel Furama em Hong-Kong (propriedade dos Fu), vizinho ao prédio de Cable and Wireless. A quinta casa morava um parente do famoso piloto Albert Poon, razão em que esse piloto hospedava aí nas temporadas das corridas. Eis a historinha mais detalhada“.

Foto postado por Carlos Alberto Carvalho

Foto postada por Carlos Alberto Carvalho no Facebook

A foto acima postada por Carlos Alberto Carvalho que recorda, citando o Api: “na extrema direita está o teu irmão (Ricky Rosário). Teatro com Pe. Álvaro e o Mestre Marongio. Que saudades, meu amigo…”. O Api em resposta recorda também: “obrigado Carlos pela foto que traz muitas lembranças. Tu eras um dos actores principais das peças e eu gostava imensamente de assisitir todas elas. Lembro-me que o Pe. Mauricio fazia sempre o papel de Satanás e um dia a sua capa pegou fogo no palco. Outra vez foi o mestre Martins que engoliu a gasolina (acidentalmente) quando cuspia fogo para o Mauricio”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 24/05/2015 por em Av.Sidónio Pais e marcado , .

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 1.127.704 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Blog do Projecto Memória Macaense

A estátua Ferreira do Amaral no aniversário da Tomada de Passaleão em 1951

A estátua Ferreira do Amaral no aniversário da Tomada de Passaleão em 1951

A foto da estátua Ferreira do Amaral, em Macau, foi objeto de indagação feita ao autor deste blog por MJ Raydor no Facebook, que queria saber da sua história. Por desconhecê-la, coube ao Carlos Dias dar a resposta abaixo com publicação de uma imagem: “Tratava-se da Comissão Organizadora das comemorações de 102º. aniversário da Tomada […]

Em Macau, celebração diferente do 13 de Maio Dia de Nossa Senhora de Fátima em 2020 devido à pandemia

Em Macau, celebração diferente do 13 de Maio Dia de Nossa Senhora de Fátima em 2020 devido à pandemia

Por medidas de precaução em função da pandemia do novo coronavírus Covid-19, a celebração do Dia de Nossa Senhora de Fátima, no dia 13 de Maio, foi diferente no mundo todo. Até que em Macau a celebração contou com a participação limitada de fiéis na missa realizada na Igreja de São Domingos, mais que no Santuário […]

Por detrás da foto oficial do Encontro das Comunidades Macaenses Macau 2019

Por detrás da foto oficial do Encontro das Comunidades Macaenses Macau 2019

A sessão fotográfica nas Ruínas de São Paulo é tradição já há vários Encontros das Comunidades Macaenses, e não foi exceção na edição Macau 2019. Aconteceu no dia 26 de Novembro, uma terça-feira, por volta das 16 horas. Ao que parece, uma tradição chinesa em Macau, a foto oficial reuniu os participantes do Encontro de […]

%d blogueiros gostam disto: