Cronicas Macaenses

Blog-magazine de Rogério P. D. Luz, de cara nova

China antiga, fotos de quase dois séculos de memórias

Macau provavelmente início do Século 20

(01) Macau provavelmente início do Século 20.  Foi administrada pelos portugueses por cerca de 440 anos, tendo sido devolvida para a China em 1999.

Um PPS recebido por e-mail levou-me a fazer uma pesquisa pela internet de língua chinesa para achar as legendas, e acabei achando-as com as mesmas fotos e mais algumas.  Com o auxílio do tradutor Google e procurando assimilar e adivinhar a precária tradução do   classificado como “chinês han”, deu para redigi-las para todas as fotos complementando com um breve histórico no que me foi possível.

Classificadas como “dois séculos de fotos chocantes e raros que testemunham o sofrimento experimentado pelo povo chinês”, dos quais fiz uma seleção para serem publicadas em duas postagens.  Vamos assim viajar pela China antiga:

China antiga (01)(02) A Muralha da China na Dinastia Qing, também conhecida como Dinastia Machu. Esta dinastia começou quando os manchus invadiram o norte da China em 1644 e derrotaram a dinastia Ming. A Qing foi a última dinastia imperial da China; os seus imperadores ocuparam a sua capital entre 1644 e 1912, quando, no seguimento da Revolução Xinhai, uma república foi estabelecida e o último imperador da China, Pǔyí Xiānsheng, abdicou.

China antiga (02)(03) Pés atados das chinesas (observem os pés pequenos das quatro chinesas sentadas): Por séculos na China, as meninas, por volta de seis anos, tinham seus pés enfaixados de forma que não crescesem e desenvolvessem normalmente. Os pés assim se quebrariam e tornariam-se bastante deformados. Quando a garota tornava-se adulta, seus pés permaneceriam pequenos e disfuncionais, resultando em infecções, paralisias e atrofiamento muscular. Este é um exemplo extremo de deformidade visto como sinal de beleza. Inflige-se um imenso sofrimento humano para alcançar o padrão exigido.

China antiga (03)(04) A legenda dizia um rico jantar em Royal Park em 1901, porém não especifica a cidade que poderia ser Hong Kong, Xangai ou … ?

China antiga (04)(05) O rali Pequim-Paris de 1907: O rali Pequim-Paris ou corrida Pequim-Paris de 1907 é considerado como o primeiro grande rali automóvel. Foi organizado pelo jornal francês Le Matin, e consistiu numa prova entre Pequim e Paris, passando por pontos intermédios em Zhangjiakou, Ulaanbaatar, Ulan-Ude, Irkutsk, Krasnoyarsk, Omsk, Chelyabinsk, Petropavlovsk, Perm, Kazan, Nizhny Novgorod, Moscovo, São Petersburgo, Vilnius,Varsóvia e Berlim. A extensão total era de 14 994 km, mas os concorrentes podiam escolher o percurso que quisessem. Teve início em 10 de Junho de 1907.

China antiga (05)(06) Pequim (Beijing) 1901

China antiga (06)(07) Pequim (Beijing) 1894-1896

China antiga (07)(08) O encontro de Ulysses Simpson Grant, dos Estados Unidos, e Li Hongzhang em 1879. Ulysses S. Grant (nascido Hiram Ulysses Grant, Point Pleasant, 27 de abril de 1822 – Wilton, 23 de julho de 1885) foi um político e militar estadunidense, general dos exércitosdos Estados Unidos, comandante-em-chefe das tropas federais, ou nortistas, durante a Guerra Civil dos Estados Unidos, foi o décimo oitavo Presidente dos Estados Unidos, entre 1868 e 1876.  Li Hongzhang (chinês:李鸿章 ) (15 de fevereiro de 1823-7 de novembro de 1901) foi um estadista chinês responsável pela supressão da Rebelião Taiping e um dos incentivadores da modernização chinesa.

China antiga (08)(09) 1924 – Ponte Cinto de Jade (ou Bossa de Camelo) em Yiheyuan (em chinês tradicional: 頤和園; em chinês simplificado: 颐和园; em Pinyin:Yíhé Yuán), também conhecido como Palácio de Verão, é um palácio localizado em Pequim, China. “Yiheyuan” significa literalmente “Jardim da Harmonia Cultivada”.

China antiga (09)(10) Guangzhou em 1880:  Cantão ou Guangzhou (em chinês tradicional: 廣州; chinês simplificado: 广州; pinyin: Guǎngzhōu), historicamente também conhecida como Kwangchow, é uma cidade da República Popular da China, capital e maior cidade da província de Guangdong. Localizada no sul do país, às margens do rio Zhu Jiang, e a cerca de 120 km ao norte de Hong Kong, a cidade é um importante centro de portuário2 do país. Como uma das maiores cidades da China, possuí o status de sub-província administrativa.  Com 12.780.800 habitantes (2010), a cidade figura como a terceira maior cidade da China, depois de Xangai e Pequim, e um dos maiores centros industrais, administrativos e financeiros do país.

China antiga (10)(11) A legenda apenas especifica a época ca. 1910-1925

China antiga (11)(12) Uma cidade chinesa ocidentalizada em 1902 (poderia ser Hong Kong, Xangai ..?)

China antiga (12)(13)Yongdingmen em 1942:  foi a principal porta de acesso à cidade velha de Pequim. Originalmente construído em 1553, foi demolido na década de 1950 para abrir caminho para o novo sistema viário, em Pequim. Em 2005, o Yongdingmen foi reconstruído no mesmo lugar da antiga porta.

China antiga (13)(14) Trabalhadores chineses transportam a colheita do chá em Sichuan em 1908

China antiga (14)(15) Guangzhou no início de 1900 (leia sobre a cidade na foto 10)

China antiga (15)(16) Minjiang:  um templo construído na ilha Fuzhou entre 1870-1871 (pode ser também o templo Jinshan)

China antiga (19)(17) Uma rua de Guangzhou em 1870 (leia sobre a cidade na foto 10)

China antiga (16)(17) Prisioneiros Boxers aprisionados pela 6ª Cavalaria dos EUA em Tianjin, em 1901:  O Levante, Rebelião ou Guerra dos boxers (1899-1900), chamado também de Movimento Yijetuan, foi um movimento popular antiocidental e anticristão na China. A sociedade secreta dos Punhos Harmoniosos e Justiceiros (Righteous and Harmonious Fists), que se opunha à expansão estrangeira, sustentava que com treino adequado, incluindo o ritual do boxe chinês (Suai Jiao), os seus membros poderiam vencer os ocidentais, que usavam armas de fogo.

China antiga (18)(18) Cortejo fúnebre da imperatriz Cixi em Pequim em 1909: Imperatriz Viúva Tseu-Hi (Chinês: 慈禧太后; pinyin: Cíxǐ Tàihòu; Wade-Giles: Tz’u-hsi T’ai-hou; Pequim, 29 de novembro de 1835 – Pequim, 15 de novembro de 1908), também conheçida como Imperatriz Viúva Cixi ou Imperatriz Viúva Tzu-hsi, foi uma poderosa e carismática mulher que de fato, embora não oficialmente, governou a China da Dinastia Qing durante 47 anos de 1861 até sua morte em 1908. Ela era uma das concubinas de status inferior do Imperador Xianfeng quando, em 1856, deu à luz aquele que viria a ser seu único filho, Imperador Tongzhi. Quando o garoto tinha seis anos de idade o pai morreu e ele tornou-se Imperador, mas poucos meses depois um golpe de estado levou Cixi a assumir o poder de fato. (Fonte: Mitchell Library of Australia Mo Morrison coleção a 14 de novembro de 1908)

China antiga (22)(19) O transporte de água no final do século 19

China antiga (25)(20) Durante a 2ª Guerra Mundial, soldados americanos observam curiosos o guarda de trânsito.

China antiga (20)(21) Recém-casados na Xangai de 1870

China antiga (26)

(22) Final da Dinastia Qing, a mulher com os pés enfaixados ou atados (veja texto na foto 03)

* Fotos e legendas de http://tieba.baidu.com/ e históricos da Wikipedia. Tradução do chinês pela Google tradutor.

Anúncios

2 comentários em “China antiga, fotos de quase dois séculos de memórias

  1. Rosalina Bartolo
    10/05/2013

    E bonito ver as fotos antigas e saber a sua história,um muito obrigada e um abraço

  2. maria de jesus
    25/03/2016

    Muito interessante, um mundo desaparecido.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 662,927 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Fotoblog do Projecto Memória Macaense

Vídeo “O silêncio de um bandolim” à memória de Adalberto Remédios

Vídeo “O silêncio de um bandolim” à memória de Adalberto Remédios

O que o Adalberto Remédios mais gostava era tocar o seu bandolim. Uma paixão desde jovem nos bons tempos antigos de Macau (ex-território português na China). Costumava tocar nas festas e atividades externas da Casa de Macau de São Paulo, formando um trio com o Clemente Badaraco (viola/violão/bandolim) e Manuel Ramos (baixo/percussão), até se mudar com […]

O Dia de Portugal na Macau portuguesa de 1973, em vídeo da RTP

O Dia de Portugal na Macau portuguesa de 1973, em vídeo da RTP

Outro vídeo da saudosa Macau sob administração portuguesa nas comemorações do Dia de Portugal em 1973, na época em que o governador era  o general Nobre de Carvalho . Faz parte dos arquivos da RTP Rádio e Televisão Portuguesa que foram disponibilizados ao público no seu aniversário de 70 anos. “Macau, Campo Desportivo 28 de […]

Vídeo ‘Macau 70’ da RTP mata saudades, assista …

Vídeo ‘Macau 70’ da RTP mata saudades, assista …

Viajar ao passado de Macau, dos belos tempos dos anos 60 e 70, é o que nos proporciona o vídeo “Macau 70”, produzido pela RTP Rádio e Televisão Portuguesa. A comemorar 70 anos, a RTP disponibilizou no seu website os arquivos para consulta ‘on-line‘ e Macau está presente numa das suas seções. Na apresentação do […]

%d blogueiros gostam disto: