Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P D Luz

Cenas do fim de tarde na estação Bresser do Metrô, em São Paulo

Voltava da visita ao Museu da Imigração de São Paulo e do passeio pela locomotiva “Maria Fumaça” logo ao lado, e na estação Bresser do Metrô (metropolitano), o meio de transporte que utilizei para ir ao local, com o fim de tarde, já 17:00 horas, o sol caminhava para o horizonte produzindo sombras acentuadas, silhuetas dos usuários e claridade lateral.

Não perdi a oportunidade e fiz várias fotos que aqui compartilho com vocês, além de falar algo dessa estação do Metrô que fica a menos de 10 minutos a pé daquele belo museu que recentemente foi reaberto após passar por grande reforma. Nas próximas postagens vou falar dele e do passeio que você pode fazer, mesmo curto, no histórico trem Maria Fumaça aqui nesta capital paulista, e que muita gente desconhece.

(fotografia de/photos by Rogério P.D. Luz)

Sao Paulo estacao metro Bresser (04)

 

(Textos da Wikipedia)

Estação Bresser-Mooca é uma das estações da Linha 3-Vermelha do metrô da cidade brasileira de São Paulo. Foi inagurada em 23 de agosto de 1980.

Chamava-se apenas “Estação Bresser” até 25 de julho de 2006, quando o Diário Oficial do Estado publicou o decreto nº 50.995, assinado no dia anterior pelo então Governador Cláudio Lembo, alterando seu nome para o utilizado atualmente. Mas curiosamente, a estação se situa no distrito do Brás, a poucos metros da divisa com o distrito de Mooca, de acordo com os mapas oficiais da prefeitura de São Paulo.

Sao Paulo estacao metro Bresser (07)

Característica

Foi a primeira estação pré-moldada do Metrô de São Paulo. Estação semielevada com mezanino de distribuição sobre plataforma central em superfície, estrutura em concreto aparente e cobertura com pré-moldados de concreto. Originalmente previa-se que seria uma estação subterrânea. Possui acesso para pessoas portadoras de deficiência física através de rampas. Capacidade de até 20.000 passageiros por dia.

Sao Paulo estacao metro Bresser (01)

Projetos

Estuda-se uma integração com uma linha que sairia desta estação, tendo como destino a estação Corifeu. Para tanto, o antigo Terminal Rodoviário Bresser seria destruído para construção da estação. (Wikipedia)

Sao Paulo estacao metro Bresser (02)

Ao lado da linha do metrô também circulam os trens da Rede Ferroviária.

Sao Paulo estacao metro Bresser (05)

Sao Paulo estacao metro Bresser (03)

Sao Paulo estacao metro Bresser (06)

Sao Paulo estacao metro Bresser (08)

Sao Paulo estacao metro Bresser (09)

 

São Paulo é uma cidade formada por imigrantes de várias partes do mundo, como Europa, Portugal e Itália principalmente, além do leste europeu,  e do Oriente, como o Japão e agora pelos chineses, além da América do Sul. O Museu da Imigração era antigamente uma hospedaria que abrigou muitos imigrantes que chegaram a São Paulo sem ter aonde ir.  É emocionante ver a exposição permanente e sentir como viviam os imigrantes que podem ser ou ter sido seus avós, pais ou parentes. Conheça o museu nas próximas postagens.

Museu da Imigração

Museu da Imigração

Ao lado da porta de entrada do Museu da Imigração fica a mini estação para o pequeno mas emocionante passeio (somente no fim de semana e feriados) na Maria Fumaça, e em plena cidade de São Paulo. Vou também falar a respeito numa próxima e exclusiva postagem com muitas imagens.

O antigo trem Maria Fumaça, em São Paulo.

O antigo trem Maria Fumaça, em São Paulo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 06/10/2014 por em Estação Bresser do Metrô e marcado , , , .

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 954.886 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Fotoblog do Projecto Memória Macaense

O ‘Dia do Patuá’ festejado pela Comunidade Macaense dos EUA

O ‘Dia do Patuá’ festejado pela Comunidade Macaense dos EUA

‘A promoção do ‘Dia do Patuá’ é um esforço para preservar o dialecto na Comunidade Macaense da Califórnia, nos Estados Unidos da América do Norte’ é o que define Henrique Manhão da Casa de Macau dos EUA. Diz, conciliando com o pensamento de outros membros da comunidade presente, ‘enquanto houver apoio de Macau, o patuá não […]

Recordação de uma festa na Macau de 1953

Recordação de uma festa na Macau de 1953

Jorge Giga Robarts, macaense residente em Portugal, atendendo ao pedido de um conterrâneo, identifica as pessoas que estão numa fotografia enviada, informando ter sido tirada em Dezembro de 1953 em Macau. A 2ª imagem com legenda e que lista as pessoas da foto, foi editada para apenas mostrar o que escreveu quanto à identificação, excluindo […]

Memórias de Macau de Todos os Tempos (02)

Memórias de Macau de Todos os Tempos (02)

Imagens que trazem saudosas lembranças daquela Macau que não existe mais, mas que permanece viva na nossa memória e nas fotografias a seguir publicadas de forma aleatória, a procurar dar uma descrição a confirmar ou corrigir. O que vale mesmo é o que se diz – recordar é viver! As fotos são dos anos 50 […]

%d blogueiros gostam disto: