Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P D Luz

Projecto Memória Macaense, 6 anos

No dia 5 de Junho, o portal/site Projecto Memória Macaense – PMM completou 6 anos de existência.
Tudo começou com uma simples pretensão de construir um site pela primeira vez, após curtir essa vontade por tempos, para expor fotos antigas de Macau guardadas numa gaveta, bem como de outros itens tal como bilhetes de bus e de cinema, etc. Somava-se também a vontade saudosista de manter viva a bandeira histórica do Leal Senado, que foi exposta por um bom tempo na página de entrada. Também não posso deixar de registar a minha imensa satisfação, ao manter viva a imagem dos meus pais e dois irmãos falecidos com a exposição das suas fotos.
Antes, já tinha experimentado montar uma espécie de boletim e divulgado por e-mail. Senti boa receptividade dessa simples iniciativa, o que incentivou-me a montar o site.
Custou para fazê-lo pois não dominava a técnica e a linguagem para construção de sites, que persiste até hoje, mas havia o provedor americano Tripod/Lycos que tinha ferramentas para quem carecia deste conhecimento. Aí o meu problema foi resolvido.

Uma vez montado o PMM, daí em diante ficou por conta a criatividade e o trabalho mental para imaginar o que poderia ser inserido. Por um bom tempo, devido à novidade e o propósito do site, o movimento foi grande com colaboração espontânea de muitos contemporâneos. Conheci muita gente e passei a ficar conhecido. Com o decorrer do tempo, surgiram outros sites e blogs macaenses e naturalmente o público foi diversificando as suas visitas e obviamente, também o PMM deixou de ser novidade. Ainda assim, o PMM possui um perfil próprio contando com espaço musical e de vídeo entre diversos outros, além de reconhecer a RAEM sem esquecer da memória macaense. Afinal de contas, não podemos (nós macaenses da Diáspora) ser egoístas ao ignorar que na RAEM residem milhares de conterrâneos e compatriotas.

Como devem ter visto na postagem anterior deste blog, fiz uma homenagem ao site A Diáspora Macaense da América, que encerrou as suas actividades, pelo bom trabalho desenvolvido para divulgar Macau e a comunidade macaense, especialmente em inglês, sem no entanto, como esclarecido explicitamente, querer intrometer-me em assuntos internos das Casas e Associações macaenses dos EUA. Posso dizer que a carta de despedida do seu autor, foi a batida de martelo para a tomada de decisão que venho a amadurecer há tempos. Um portal/site pessoal como o PMM não deve se envolver em assuntos de Casas de Macau, como a de São Paulo, não só pela questão de sobrevivência mas também por sua independência. Podem esses assuntos ser dos mais variáveis como uma festa, ou de algum outro desagradável. O facto de se envolver na divulgação, acaba tornando uma coisa pessoal numa espécie de porta-voz da entidade, ainda mais que já havia gente que achava que eu tinha obrigações com a Casa. Obviamente não me refiro ao seu Presidente com quem mantenho óptimas relações de amizade e que sabe bem respeitar a propriedade alheia, no caso a minha.
Entendo que se uma Casa de Macau quer divulgar as suas actividades, tem que construir seu próprio site, como já existem de outras Casas, e para isso o responsável por essa área tem que se empenhar para tal fim, como fiz quando fazia parte da direcção em gestões anteriores, até colocando algo pessoal a serviço da associação sem nenhum custo para ela. Para quem não saiba, o PMM é, será e sempre foi totalmente custeado pela minha pessoa. Uma questão de preferência pessoal e disso me orgulho, pois se tivesse que depender financeiramente de alguém, seria preferível fechar as portas.
Para o trabalho que o PMM se prestava antes, há o blog Crónicas Macaenses que pela sua característica cumpre o papel de expressar a minha opinião além de noticiar através de postagens. Um blog é de construção simples que pode ser deletado sem maiores conseqüências, assim como já o fiz anteriormente com um e outro.

E assim caminha o PMM para o seu 7º aniversário em 2010, ano de mais um Encontro das Comunidades Macaense, como assim esperamos e rezamos. E quer fazer mais e mais aniversários, qual seja a sua audiência. O portal é algo que gosto de fazer e sentir satisfação em tê-lo, mesmo que as actualizações não tenham a freqüência recomendada, pois afinal de contas, ele não é dinâmico por não ser um jornal ou boletim informativo periódico, mas pontual em cada assunto. É uma referência na Internet para lembrar ao mundo de internautas que lá no Sul da China, existe Macau e uma gente que se chama Macaense, fruto da presença portuguesa por cerca de 440 anos, que sem ela não teria toda a graça que tem hoje.
Para finalizar, quero agradecer a todos que ofereceram o seu contributo, quer por material ou pela audiência. Muito obrigado!!! (Rogério Luz)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 01/07/2009 por em Projecto-Memória-Macaense.

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 1.065.618 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Blog do Projecto Memória Macaense

Encontro das Comunidades Macaenses Macau 2019 – Programa Final

Encontro das Comunidades Macaenses Macau 2019 – Programa Final

ATUALIZAÇÃO 14/11/2019 VEJA ABAIXO AS ALTERAÇÕES NA PROGRAMAÇÃO DE SAÍDA DE AUTOCARROS E O PROGRAMA DO ENCONTRO O Conselho das Comunidades Macaenses – CCM, em e-mail enviado às Casas de Macau, divulgou o Programa Final do Encontro das Comunidades Macaenses Macau 2019 e Programação de Autocarros, que terá início em 23/11/2019, encerrando-se no dia 29 […]

Missa nas Ruínas de São Paulo no Mês Missionário Extraordinário em Macau

Missa nas Ruínas de São Paulo no Mês Missionário Extraordinário em Macau

No âmbito do Mês Missionário Extraordinário, anunciado há dois anos pelo Papa Francisco, a Diocese de Macau celebrou esta noite em 19 de Outubro de 2019, pelas 20:00 horas, uma missa em frente às Ruínas de São Paulo, com a participação de muitos fiéis.  Assim conta o nosso colaborador em Macau, Manuel V. Basílio, na […]

Receitas de camarões e pimentas recheadas da gastronomia de Macau com Bosco Silva e Alex Airosa

Receitas de camarões e pimentas recheadas da gastronomia de Macau com Bosco Silva e Alex Airosa

A relembrar a aula de gastronomia realizada na Casa de Macau de São Paulo em 24/02/2008, ministrada pelos chefs João Bosco Quevedo da Silva e Herculano Alexandre (Alex) Airosa, seguem as fotos e receitas de camarões grandes recheados com ervas à moda de João Bosco Quevedo da Silva e pimenta recheada à moda do Alex Airosa. Na época, a coordenação das aulas e elaboração das […]

%d blogueiros gostam disto: