Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P. D. Luz,

O revitalizado Marco das Três Fronteiras em Foz de Iguaçu, uma visita imperdível

O antigo obelisco agora com um tratamento digno da sua grandeza

Do antigo Marco das Três Fronteiras, daquele que visitei em 2012 conforme foto mais abaixo, pode esquecê-lo que o atual complexo que se torna uma das principais atrações turísticas de Foz de Iguaçu, no Brasil, juntamente com as Cataratas e a Usina Hidrelétrica Itaipu, foi completamente revitalizado ficando um lugar agradável para visitar ou revisitar. Além de tudo, hoje se sente seguro permanecer lá até anoitecer e ver o belo por do sol, um dos melhores pontos da cidade para observação. Percebe-se a valorização do local com o grande número de visitantes.

Com novas construções que reproduzem as Missões Jesuítas, agora o acesso é com ingresso pago, já que ganhou a concessão para exploração do local por 15 anos a mesma empresa que administra o parque das Cataratas de Iguaçu. O Marco também ganhou um restaurante/bar/lanchonete, Cabeza de Vaca, que é o nome do navegador espanhol (Álvaro Núñez Cabeza de Vaca) que em 1542 acidentalmente descobriu as cataratas, um parque infantil, fonte com cortina de água com show de luzes, além de uma loja de souvenires, sala de projeção de vídeo a contar a história da região, entre outro tantos atrativos.

O novo portal

(Fotografia de/photos by Rogério P D Luz)

Conforme notícia na web, está prevista nova etapa de revitalização com construção de mirantes em torres temáticas que estarão interligadas por passarela aéreas, um centro para exposições, um pier e barcos para passeios no rio, novos brinquedos para crianças e uma sofisticada iluminação de jatos de água no rio e no espelho de água do obelisco. Assim se espera que seja concretizado pois Foz de Iguaçu é fascinante, um lugar que não canso de visitar, o que fiz novamente em 2017 na quadra festiva do Natal, uma tradição por vários anos.

O obelisco do Marco das Três Fronteiras do Brasil foi inaugurado em 1903 juntamente com o da Argentina que se encontra em Puerto Iguazú , e o do Paraguai na Ciudad del Este em 1961. Os três marcos formam um triângulo que simboliza a união dos três povos, e dentro dele o encontro dos rios Iguaçu e Paraná.

As bandeiras dos três países, Brasil, Argentina e Paraguai.

As construções do novo Marco das Três Fronteiras homenageiam as reduções, ou seja, as Missões Jesuítas na América que foram os aldeamentos indígenas organizados e administrados pelos padres jesuítas no Novo Mundo, como parte de sua obra de cunho civilizador e evangelizador.

A fachada de acesso para o complexo turístico

Vista da construção que homenageia as Missões Jesuítas na parte interna

Acesso ao memorial Cabeza de Vaca

Um bom horário para visitar o novo complexo, que agora se torna um dos mais importantes pontos turísticos de Foz de Iguaçu, é no fim de tarde, ainda com claridade, para conhecer as instalações ainda de dia e contemplar os limites de fronteira dos três países, e aguardar o pôr do sol, torcendo para que o céu esteja limpo ou com nuvens esparsas e que não chova. Assim fiz, porém deu um temporal de Verão que atrapalhou uma visão mais privilegiada do pôr do sol, sobrando apenas o tom amarelado por entre as nuvens. Deu tristeza que no dia seguinte, distante do local, vi o pôr do sol com aquele céu vermelho e poucas nuvens. Nem tudo é perfeito nesta vida!

O por do sol um tanto prejudicado pelo mau tempo. Ao fundo, o Paraguai onde se localiza o marco do país.

Antigamente visitava-se o marco mais durante o dia, pois como era um local aberto e isolado não se sentia seguro. Agora com o novo complexo turístico, fechado, pode-se permanecer no local com segurança até o seu fechamento às 22 horas, e ainda podendo lá jantar ou tomar um lanche. Uma motivação para assistir o belo pôr do sol, se o tempo permitir.

O rio Paraná e o Paraguai

O MARCO ONTEM E HOJE

Veja o marco dos primórdios tempos em duas imagens recolhidas do site oficial, em 2012 quando estava mal cuidado e em 2015 a apresentar melhorias e projetava a sua total revitalização.

Foto do site oficial do Marco das Três Fronteiras

2017

O marco em 2015 que já apresentava melhorias e com perspectivas para a revitalização

O marco em 2012 quando estava mal cuidado

Em 2012 o parque estava bem abandonado

A foto abaixo registra um momento histórico do marco em que dezenas de soldados-cidadão da Coluna Prestes, com espingardas em riste, ficaram perfilados diante do obelisco e o rio Paraná. A Coluna Prestes foi um movimento político-militar brasileiro existente entre 1925 e 1927 e ligado ao tenentismo de insatisfação com a República Velha, exigência do voto secreto, defesa do ensino público e a obrigatoriedade do ensino primário para toda a população.

Foto do site oficial do Marco das Três Fronteiras

SHOWS CULTURAIS

Mais um bom motivo para visitar o Marco das Três Fronteiras são as apresentações culturais realizadas de terça a domingo às 20:00 horas e 20h30. Quando lá estivemos em 21/12/2017, assistimos ao show da 2ª sessão, pois na 1ª caía uma chuva torrencial e talvez tenham se apresentado no restaurante, longe de onde estávamos abrigados no centro receptivo. Dividida em quatro partes, foram apresentadas danças típicas do Paraguai, da Argentina e do Brasil, encerrando com a Lenda das Cataratas. Um belo espetáculo com talentosos dançarinos apresentado diante do marco.

Paraguai

Polca paraguaia, também chamada de Danza Paraguaya (do espanhol, dança paraguaia)

Argentina

O tango originalmente era dançado por dois homens.

Brasil

Lenda das Cataratas

Final reunindo os três países

Paraguai

Argentina

Brasil

O público no encerramento é convidado para tirar fotos com os dançarinos

Mais fotos do novo Marco das Três Fronteiras

O restaurante Cabeza de Vaca

Parque infantil

Centro receptivo com loja de souvenires

Informações (confira no site oficial a atualização de horários para programação da sua visita):

MARCO DAS TRÊS FRONTEIRAS

Endereço: Rua Marco das Três Fronteiras, s/n – Jardim Três Fronteiras, Foz do Iguaçu – PR

Horário: Diariamente, das 10h às 23h (bilheteria fecha às 22h)

Restaurante Cabeza de Vaca: das 16h às 23h

Ingressos: Veja no site oficial – http://www.marcodastresfronteiras.com.br/

  • Estacionamento pago (porém na data da visita não havia cobrança que a empresa diz ter sido promocional. Confira no site)
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 855.944 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Fotoblog do Projecto Memória Macaense

O Ano Novo chinês celebrado pela comunidade macaense de São Paulo

O Ano Novo chinês celebrado pela comunidade macaense de São Paulo

Para celebrar o Ano Novo chinês de 2018, dando início ao Ano do Cão, a Casa de Macau de São Paulo reuniu a comunidade macaense e amigos para um almoço especial, recheado de boa comida chinesa de dar água na boca. Era a oportunidade para comer, infelizmente, uma vez ao ano, o chái, ou comida de […]

Uma foto, uma memória de 63 anos atrás em Macau

Uma foto, uma memória de 63 anos atrás em Macau

No almoço especial do Ano Novo chinês realizado na Casa de Macau de São Paulo em 18 de Fevereiro de 2018, o macaense José Noronha, 83 anos, andava a mostrar uma foto antiga para algumas pessoas que tinham mais ou menos a sua idade. Procurava ele matar as saudades dos velhos tempos em Macau. Macaense […]

Memórias de S.Paulo 2006 – festa de aniversário da Casa de Macau

Memórias de S.Paulo 2006 – festa de aniversário da Casa de Macau

Passaram-se 11 anos, não parece muito, mas vários conterrâneos e amigos nas fotos que publico da festa do 17º aniversário da Casa de Macau de São Paulo em 2006, promovida em 29 de julho, não estão mais conosco. Ficaram os bons momentos registrados da boa confraternização. Vale um momento de reflexão para sempre procurarmos um […]

%d blogueiros gostam disto: