Cronicas Macaenses

Blog-magazine de Rogério P. D. Luz, de cara nova

Gastronomia macaense: receita de ‘Galinha di Tempu di Caça’

Na aula de gastronomia macaense promovida pela Casa de Macau de São Paulo em 31 de julho de 2016, Armando Sales Ritchie, na sua estadia na capital paulista, onde residia até a sua imigração inversa para Macau há poucos anos, foi um dos mestres a preparar a receita da sua mamãe macaense que segue publicada nesta postagem.

Explica a apresentação do prato ‘Galinha di Tempu di Caça’, nome em patuá, dialecto de Macau, feita pela associação macaense: “este prato especial de nome exótico, é fruto da fusão das cozinhas portuguesa, asiática e da riquíssima cozinha maquista, cuja receita é jóia familiar do Armando, gentilmente cedida pela Sra. Da. Ester Sales Ritchie, sua Mãe, que agradecemos por nos revelar seu segredo da gastronomia macaense”.

Casa Macau Sao Paulo aula gastronomia Armando Ritchie 31.07.2016

Receita

“GALINHA DI TEMPU DI CAÇA”” (Frango do tempo da caça)

Ingredientes para um frango de 1 kg:

– 1 cebola 100gr
– Tomates maduros 500gr
– 6 ovos grandes
– Azeitona verde 300gr

– 2 dentes de alho

– Azeite de oliveira
– Sal e pimenta qb (a gosto)

Modo de preparação:

Começa-se por cozer os ovos e depois separar a clara das gemas. Com um garfo, esmagam-se as gemas e coloca-se em prato separado das claras que deverão ser picadinhas ou seja cortadas em pedaços muito pequenos.
As azeitonas verdes já sem caroço deverão ser colocadas noutro prato também elas picadas em pedaços pequenos.
Depois mergulha-se o tomate em água quente e retira-se-lhes as peles, sendo posteriormente picado.
O frango deverá ser cortado em cerca de oito partes e temperado com um pouco de sal e pimenta.
Num tacho, prepara-se um refogado ou estrugido, com azeite de oliveira, cebolas e alho, até aloirar.

Deita-se depois o tomate e em fogo brando, deixa-se estrugir. Colocam-se de seguida os pedaços de frango e cozem em lume brando. Quando estiver cozido, juntam-se-lhe os picadinhos de azeitona, de claras e no fim as gemas, preparados previamente. Mistura-se bem tudo no tacho com a galinha e verifica-se a quantidade de sal.
* Este prato muito tradicional da culinária macaense, serve-se, como quase todos, com arroz branco.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 663,700 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Fotoblog do Projecto Memória Macaense

Vídeo “O silêncio de um bandolim” à memória de Adalberto Remédios

Vídeo “O silêncio de um bandolim” à memória de Adalberto Remédios

O que o Adalberto Remédios mais gostava era tocar o seu bandolim. Uma paixão desde jovem nos bons tempos antigos de Macau (ex-território português na China). Costumava tocar nas festas e atividades externas da Casa de Macau de São Paulo, formando um trio com o Clemente Badaraco (viola/violão/bandolim) e Manuel Ramos (baixo/percussão), até se mudar com […]

O Dia de Portugal na Macau portuguesa de 1973, em vídeo da RTP

O Dia de Portugal na Macau portuguesa de 1973, em vídeo da RTP

Outro vídeo da saudosa Macau sob administração portuguesa nas comemorações do Dia de Portugal em 1973, na época em que o governador era  o general Nobre de Carvalho . Faz parte dos arquivos da RTP Rádio e Televisão Portuguesa que foram disponibilizados ao público no seu aniversário de 70 anos. “Macau, Campo Desportivo 28 de […]

Vídeo ‘Macau 70’ da RTP mata saudades, assista …

Vídeo ‘Macau 70’ da RTP mata saudades, assista …

Viajar ao passado de Macau, dos belos tempos dos anos 60 e 70, é o que nos proporciona o vídeo “Macau 70”, produzido pela RTP Rádio e Televisão Portuguesa. A comemorar 70 anos, a RTP disponibilizou no seu website os arquivos para consulta ‘on-line‘ e Macau está presente numa das suas seções. Na apresentação do […]

%d blogueiros gostam disto: